Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Identificação de agentes infecciosos pulmonares em autópsias de pacientes com a síndrome da imunodeficiência adquirida

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Pereira Sanivia Aparecida de Lima | Rodrigues Denise Bertulucci Rocha | Correia Dalmo | Reis Marlene Antônia dos | Teixeira Vicente de Paula Antunes

Journal: Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical
ISSN 0037-8682

Volume: 35;
Issue: 6;
Start page: 635;
Date: 2002;
Original page

Keywords: SIDA | Pulmão | Autópsia | Agentes infecciosos

ABSTRACT
As afecções pulmonares são freqüentes em indivíduos infectados pelo vírus da imunodeficiência humana. Neste trabalho, procurou-se identificar através de histoquímica e imunohistoquímica, agentes infecciosos nos pulmões de indivíduos portadores da síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA), autopsiados entre março de 1990 e julho de 2000 na FMTM. Fragmentos de pulmão de 40 indivíduos com SIDA autopsiados foram analisados histologicamente. Foram identificados agentes infecciosos em 34 (85%) casos dos 40 analisados, sendo que bactérias foram encontradas em 22 (55%) casos. Entre os agentes fúngicos o Pneumocystis carinii foi encontrado em oito (19,1%) casos; Cryptococcus sp em quatro (9,5%), Histoplasma sp em dois (4,8%) e Candida sp em um (2,4%) caso. Detectou-se também associação entre Pneumocystis carinii, Citomegalovirus e Cryptococcus sp; CMV e Toxoplasma gondii. Em cinco casos, Candida sp, CMV e Pneumocystis carinii estiveram associados a bactérias. Entre as infecções não bacterianas, os fungos foram os agentes infecciosos mais isolados dos pulmões em autópsias de indivíduos com SIDA, sendo o Pneumocystis carinii o mais freqüente.
Save time & money - Smart Internet Solutions      Why do you need a reservation system?