Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Indicadores internos indigestíveis para a estimativa das digestibilidades de dietas à base de coprodutos Indigestible internal markers for the estimation of digestibility of diets containing co-products

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Pedro Henrique Watanabe | Jane Maria Bertocco Ezequiel | Rosemary Lais Galati | Bruno Biagioli | Octavio Guilherme da Cruz e Silva

Journal: Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal
ISSN 1519-9940

Volume: 11;
Issue: 3;
Date: 2010;
Original page

ABSTRACT
Objetivou-se comparar a utilização da fibra em detergente neutro indigestível (FDNi) e da fibra em detergente ácido indigestível (FDAi) como indicadores internos na estimativa das digestibilidades em dietas de bovinos confinados à base de milho grão moído, casca de soja ou farelo de gérmen de milho. Foram utilizados 27 novilhos Nelore, distribuídos em três tratamentos diferenciados pelas presenças de milho, casca de soja ou farelo de gérmen de milho. A porcentagem de FDNi e FDAi foi quantificada após 144 horas de incubação in vitro das amostras de alimentos, sobras e fezes. A introdução dos coprodutos casca de soja e farelo de gérmen de milho, em substituição parcial ao milho grão moído não proporcionou diferença no consumo dos indicadores indigestíveis, provavelmente, em virtude da semelhança digestiva entre os ingredientes. As médias das digestibilidades da matéria seca (59,9 vs 59,8%), proteína bruta (54,4 vs 54,3%), fibra em detergente neutro (52,2 vs 51,8%) e fibra em detergente ácido (40,4 vs 40,9%) estimadas pela FDNi e pela FDAi foram semelhantes, respectivamente, sem que houvesse relação com os ingredientes utilizados. Conclui-se que os indicadores internos FDNi e FDAi possibilitaram estimativas semelhantes dos coeficientes de digestibilidade em dietas com 40% de concentrado, independentemente da introdução dos coprodutos ricos em fibra que substituíram parcialmente o milho grão moído.The aim was to evaluate the indigestible neutral detergent fiber (NDFi) and indigestible acid detergent fiber (ADFi) as internal markers to estimate the digestibilities of feedlot beef cattle diets with grounded corn, soybean hulls or corn germ meal. Twenty seven Nellore steers were confined and distributed in three different treatments with grounded corn, soybean hulls or corn germ meal. The NDFi and ADFi percent were quantified after 144h of in vitro incubation of ingredients, earts and faecal samples. The markers intake did not differ when the byproducts soybean hulls and corn germ meal replace partially the grounded corn, probably due to the digestive similarity between that feeds. The means of dry matter (59.9 vs 59.8%), crude protein (54.4 vs 54.3%), neutral detergent fiber (52.2 vs 51.8%) and acid detergent fiber (40.4 vs 40.9%) digestibilities estimated by NDFi and ADFi were similar, respectively, without any relation with the ingredients used. It was concluded that the NDFi and ADFi provided similar digestibility coefficients in diets with 40% of concentrate, even though the introduction of ingredients rich in fiber in partial substitution of grounded corn.
Why do you need a reservation system?      Save time & money - Smart Internet Solutions