Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Índice cronotrópico-metabólico na doença de Chagas

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Rocha Ana Luiza Lunardi | Rocha Manoel Otávio da Costa | Teixeira Bruno Otávio Soares | Lombardi Federico | Abreu Cláudia Drumond Guimarães | Bittencourt Roberto José | Barros Márcio Vinícius Lins | Ribeiro Antonio Luiz Pinho

Journal: Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical
ISSN 0037-8682

Volume: 38;
Issue: 5;
Start page: 373;
Date: 2005;
Original page

Keywords: Doença de Chagas | Sistema nervoso autônomo | Cronotropismo

ABSTRACT
A insuficiência cronotrópica constitui achado comum entre os pacientes chagásicos. Novas metodologias estão sendo empregadas na avaliação da resposta cronotrópica em vários grupos de pacientes. O índice cronotrópico-metabólico, um desses novos métodos, quantifica a relação entre o aumento da freqüência cardíaca e o consumo máximo de oxigênio (VO2 max) durante o teste ergométrico. A resposta normal é linear, com índice em torno de 1,0. Objetivamos avaliar a resposta cronotrópica e em indivíduos saudáveis e pacientes chagásicos com e sem disfunção ventricular esquerda, utilizando-se do índice cronotrópico-metabólico. Foram avaliados 171 pacientes com doença de Chagas sem doenças associadas e 24 controles submetidos a protocolo clínico e ao teste ergométrico máximo. Os chagásicos foram divididos em dois grupos: Ch1= pacientes com fração de ejeção (FE) > 39% e Ch 2= FE
Why do you need a reservation system?      Affiliate Program