Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Infecção e doença pelos vírus linfotrópicos humanos de células T (HTLV-I/II) no Brasil

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Carneiro-Proietti Anna Bárbara F. | Ribas João Gabriel Ramos | Catalan-Soares Bernadette C. | Martins Marina L. | Brito-Melo Gustavo E. A. | Martins-Filho Olindo A. | Pinheiro Sônia R. | Araújo Abelardo de Queiroz-Campos | Galvão-Castro Bernardo | Oliveira Maria S. Pombo de | Guedes Antônio Carlos | Proietti Fernando Augusto

Journal: Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical
ISSN 0037-8682

Volume: 35;
Issue: 5;
Start page: 499;
Date: 2002;
Original page

Keywords: HTLV I/II | Leucemia | Linfoma | Dermatites | Uveítes

ABSTRACT
A infecção pelos vírus HTLV-I/II encontra-se presente em todas as regiões brasileiras, mas as prevalências variam de um estado para outro, sendo mais elevadas na Bahia, Pernambuco e Pará. As estimativas indicam que o Brasil possui o maior número absoluto de indivíduos infectados no mundo. Testes de triagem de doadores e estudos conduzidos em grupos especiais (populações indígenas, usuários de drogas intravenosas e gestantes) constituem as principais fontes de informação sobre essas viroses em nosso país. O HTLV-I causa a leucemia/linfoma de células T do adulto (LLTA), a paraparesia espástica tropical/mielopatia associada ao HTLV (TSP/HAM), uveíte associada ao HTLV (HAU) e anormalidades dermatológicas e imunológicas. O HTLV-II não se mostrou associado a nenhuma doença até o momento. O diagnóstico é feito com testes de triagem (ELISA, aglutinação) e confirmatórios (Western Blot, PCR). Estes vírus são transmitidos pelo sangue e agulhas contaminadas, através de relações sexuais e de mãe para filho, especialmente através do aleitamento materno. Medidas de prevenção devem focalizar a orientação de doadores soropositivos, mães infectadas e usuários de drogas intravenosas.
Affiliate Program      Why do you need a reservation system?