Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Infiltrating the State: The evolution of health care reforms in Brazil, 1964-1988 Infiltrando o Estado: a evolução da reforma da saúde no Brasil, 1964-1988

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Tulia G. Falleti | Alan César Belo Angeluci

Journal: Estudos de Sociologia
ISSN 1414-0144

Volume: 15;
Issue: 29;
Date: 2010;
Original page

Keywords: Reforma dos serviços de saúde | Municipalização | Movimento sanitário | Mudança institucional | Federalismo Brasil

ABSTRACT
The article analyzes the institutional evolution of the health system that resulted in the universalization of coverage and municipalization in the provision of health services in Brazil. I argue that the process of transformation of the relationship between state and society in the context of the authoritarian State facilitated the infiltration of social reformers in the bureaucracy. These activists reoriented the authoritarian health policy by establishing new goals. In considering this case of institutional change, the paper uses a gradualist perspective to understand the institutional developments and alert the specialists of the subject about the inadequacy of the explanations that focus on prioritizing critical junctures or predetermined effects to explain the changes or institutional inertia. Keywords: Health care reform. Municipalization. Sanitation movement. Institutional change. Federalism Brazil. O artigo analisa a evolução institucional do sistema de saúde que resultou na universalização da cobertura e na municipalização da provisão de serviços de saúde no Brasil. Eu argumento que o processo de transformação da relação entre Estado e sociedade no contexto do Estado autoritário facilitou a infi ltração de grupos sociais reformistas na burocracia estatal. Esses ativistas reorientaram a política de saúde autoritária através do estabelecimento de novos objetivos. Ao analisar este caso de mudança institucional, o artigo utiliza uma perspectiva gradualista para compreender a evolução institucional e alerta os estudiosos do tema sobre a inadequação de priorizar as explicações centradas em conjunturas críticas ou nos efeitos predeterminados para explicar as mudanças ou a inércia institucional. Palavras-chave: Reforma dos serviços de saúde. Municipalização. Movimento sanitário. Mudança institucional. Federalismo Brasil.
Why do you need a reservation system?      Save time & money - Smart Internet Solutions