Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Ingestive behavior of steers grazing under different heights of Tanzânia grass
Comportamento ingestivo de novilhos de corte sob diferentes alturas de pastejo do capim Tanzânia

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Rondineli Pavezzi Barbero | Marco Aurélio Alves de Freitas Barbosa | Letícia Maria de Castro | Edson Luis de Azambuja Ribeiro | Ivone Yurika Mizubuti | Fernando Luiz Massaro Júnior | Leandro das Dores Ferreira da Silva

Journal: Semina : Ciências Agrárias
ISSN 1676-546X

Volume: 33;
Issue: Suplemento 2;
Start page: 3287;
Date: 2012;
Original page

Keywords: Ócio | Ruminação | Taxa de bocado.

ABSTRACT
Ingestive behavior of steers grazing in four heights of Tanzânia grass was evaluated. 12 paddocks of one hectare each, with three replicates for each height, and three males Nelore cattle, per paddock, more regulators at the time, were used. Time and time daytime grazing, ruminating and resting, rate of eating and rumination, length of grazing cycles and rumination, were observed. Forage samples were collected at ground level and grazing simulation to assess possible selectivity. The experimental design was completely randomized, and analysis of variance was performed for continuous variables to regression procedures, and discrete variables in tests of means (P < 0.05). The highest heights had high bit rates, while the smallest was higher expenditure of time in search for forage mass. Grazing time decreased linearly as increased the canopy height, however the opposite was observed for rumination. At all canopy heights was observed selectivity of forage for the animals. Foi avaliado o comportamento ingestivo de bovinos em quatro alturas de pastejo do capim Tanzânia. Foram utilizados 12 piquetes de um hectare cada, com três repetições para cada altura, utilizando três bovinos nelore, machos por piquete, mais reguladores de altura. Foram observados horários e tempo diurno de pastejo, ruminação e ócio, taxa de bocados e ruminações, duração dos ciclos de pastejo e ruminação, além de serem colhidas amostras de forragem ao nível do solo e por simulação de pastejo para avaliar possível seletividade de forragem pelos animais. O delineamento foi inteiramente casualizado, e foi realizada análise de variância, sendo que nas variáveis contínuas aplicaram-se a regressão, e nas variáveis discretas, testes de médias (P < 0,05). A taxa de bocados apresentou comportamento linear crescente conforme aumento da altura do dossel, enquanto que nas menores houve maior dispêndio de tempo na busca por massa de forragem. O tempo de pastejo foi linear decrescente conforme aumento da altura do dossel, mas o contrário foi observado para ruminação. Em todas as alturas foi observada seletividade de forragem pelos animais.

Tango Jona
Tangokurs Rapperswil-Jona

     Save time & money - Smart Internet Solutions