Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

The Knowledge-Base of the Firm in Biotechnology Based Sectors: Properties and Performance

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Pier Paolo Saviotti

Journal: Revista Brasileira de Inovação
ISSN 1677-2504

Volume: 3;
Issue: 1;
Date: 2009;
Original page

ABSTRACT
A questão do conhecimento está se tornando cada vez mais um importante determinante do desempenho das firmas. Este fato é especialmente importante no caso dos setores baseados em biotecnologia. Apesar da crescente importância do conhecimento, sabemos muito pouco sobre a natureza e as propriedades do conhecimento dentro das firmas. Neste artigo discute-se, em primeiro lugar, questões associadas à dinâmica da criação e utilização do conhecimento e, em seguida — usando-se algumas técnicas que serão apresentadas no decorrer no artigo — como se pode medir e mapear este conhecimento. A base tecnológica das firmas pode ser definida como o conhecimento que as firmas usam para atingir seus propósitos produtivos. Seu caráter agregado deriva do fato de que a base tecnológica resulta do conhecimento dos membros individuais de uma firma, bem como de suas interações, como determinado pela estrutura organizacional da firma. Desta forma, a base tecnológica da firma inclui todos os tipos de conhecimento que são requeridos para se obter os produtos finais. O método baseia-se no uso de patentes registradas pelas firmas. No entanto, este é um método apenas aproximativo no sentido que representa os componentes científicos e tecnológicos da sua base tecnológica. Esta parece ser uma boa aproximação para o caso de segmentos altamente dependentes em tecnologia, como é o caso dos setores baseados em biotecnologia. O método repousa essencialmente em dois grupos principais: o de que é importante obter uma representação gráfica do conhecimento de uma firma por meio de uma análise lexicográfica e o de que certas propriedades da base tecnológica podem ser definidas e mensuradas através de patentes. Por exemplo, pode-se medir o grau de especialização, o escopo da coerência da base tecnológica e estudar as influências destas propriedades na performance da firma. Os dois conjuntos de metodologias e alguns dos resultados obtidos serão descritos neste artigo. As técnicas descritas conduzem-nos a análise do impacto da base tecnológica sobre o número de aspectos do desempenho da firma. Por exemplo, espera-se que a base tecnológica tenha que mudar de forma a permitir que a firma mude a estratégia. Desta forma, outros aspectos do desempenho da firma tal como fusões e aquisições, e de formação de redes de inovação poderão ser afetadas pela base tecnológica das firmas participantes.Palavras-chave: Setores Baseados em Conhecimento; Biotecnologia; DinâmicaCódigo JEL: O31; L10; O39 AbstractKnowledge is becoming an increasingly important determinant of the performance of firms. This is particularly true in the biotechnology based sectors. In spite of this increased importance of knowledge we know very little about the nature and properties of the knowledge-base of firms. In this paper the problem of the dynamics of the creation and utilization of knowledge is discussed first at a general level and then by means of some techniques that can be used to map and measure the knowledge-base of firms. The knowledge-base (KB) of a firm can be defined as the collective knowledge that the firm uses to achieve its productive purposes. The collective character derives from the fact that the KB results from the knowledge of individual members of the firm and by their interactions, as determined by the firm’s organizational structure. Thus the KB includes all the types of knowledge that are required to obtain the firm’s final products. The methods described in this paper are based on the study of the patents obtained by firms. Thus they are approximate methods in that they only represent the scientific and technological components of the KB. This is a good approximation in the case of highly knowledge dependent sectors such as the biotechnology based ones. The methods used fall essentially into two groups: on the one hand it is possible to obtain a graphic representation of the knowledge-base of a firm by means of lexicographic analysis, a scientometric technique, and, on the other hand some properties of the KB can be defined and measured based on patent statistics. For example, we can measure the degree of specialization, the scope and the coherence of the KB and study the influence of these properties on the firm performance. The two sets of methods and some results obtained by meansof them will be described in the paper. The techniques described here allow to analyse the impact of the KB on a number of aspects of the behavior of the firm. For example, we expect that the KB has to change in order to enable the firm to change strategy. Likewise, other aspects of firm behavior such as mergers and acquisitions, divestitures and the formation of innovation networks are likely to be affected by the KB of the participating firms.Keywords: Knowledge-based Sectors; Biotechnology; DynamicsJEL-Code: O31; L10; O39
Save time & money - Smart Internet Solutions      Why do you need a reservation system?