Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Limitações digitais: evidências teóricas preliminares = Digital impairments: preliminary literature findings

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Bellini, Carlo Gabriel Porto et al.

Journal: Análise
ISSN 1516-2680

Volume: 23;
Issue: 1;
Start page: 58;
Date: 2012;
Original page

Keywords: EXCLUSÃO SOCIAL | DESIGUALDADE SOCIAL | TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - ASPECTOS SOCIAIS

ABSTRACT
Este artigo apresenta parte de uma revisão sistemática da literatura sobre limitações digitais. Limitações digitais representam uma nova forma de abordar o tradicional campo da exclusão e da desigualdade digital, com a particularidade de focar apenas o indivíduo (e não indivíduos comparativamente) e suas relações multidimensionais com a tecnologia (e não apenas o acesso a ela). Buscou-se verificar se os pressupostos do modelo seminal sobre limitações digitais são discutidos em três áreas de base: tecnologia da informação, ciência da informação e sociologia. Resultados sugerem que discussões sobre o (simples) acesso à tecnologia ainda dominam a literatura nessas áreas, embora fatores mais complexos relativos à cognição e ao comportamento tecnológico de indivíduos venham sendo crescentemente considerados. Também se verifica que a literatura raramente discute as complexas relações causais previstas entre acesso, cognição e comportamento, o que pode indicar uma surpreendente imaturidade ou miopia do já antigo campo de estudos e práticas sobre exclusão e desigualdade digital. Digital impairments or digital limitations are a new way to frame the traditional field of the digital divide. Digital impairments focus on the individual (instead of comparing individuals) and on his/her multidimensional technology attributes (instead of adopting the unidimensional perspective of technology access). By means of a systematic literature review, we searched the literature on information technology, information science, and sociology in order to verify the assumptions of the digital impairments framework. Findings suggest that technology access is by far the primary focus of research, but an individual’s cognitive and behavioral traits towards technology are increasingly being considered. Findings also show that the literature is not fully aware of the causal links assumed to exist between technology access, cognition and behavior, what may be an indication that the long-lived digital divide debate is surprisingly immature.

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil

     Affiliate Program