Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Linhagens diaplóides de trigo: produção de grãos, características agronômicas e tolerância à toxicidade de alumínio

ADD TO MY LIST
 
Author(s): CAMARGO CARLOS EDUARDO DE OLIVEIRA | RAMOS LUIS CARLOS DA SILVA | FERREIRA FILHO ANTONIO WILSON PENTEADO | FELICIO JOÃO CARLOS | PETTINELLI JÚNIOR ARMANDO | CASTRO JAIRO LOPES DE | YOKOO ÉRIKA YUMI

Journal: Bragantia
ISSN 0006-8705

Volume: 58;
Issue: 2;
Start page: 235;
Date: 1999;
Original page

Keywords: trigo | Triticum aestivum L. | linhagens diaplóides | cultura de anteras | produção de grãos | características agronômicas | tolerância à toxicidade de alumínio

ABSTRACT
Compararam-se 18 linhagens de trigo diaplóides obtidas via cultura de anteras de plantas híbridas, em geração F1, e os cultivares Al Res 102/84 e IAC-24, em quatro ensaios instalados em condições de irrigação por aspersão e de sequeiro. Analisaram-se a produção de grãos, outros componentes da produção, características agronômicas e resistência à ferrugem-da-folha. Estudou-se também a tolerância ao alumínio em soluções nutritivas, em condição de laboratório. A linhagem diaplóide 5, provinda do cruzamento IAS-63/ALDAN "S"//GLEN/3/IAC-24, de porte baixo, mostrou resistência ao acamamento e ao agente causal da ferrugem-da-folha e tolerância à toxicidade de alumínio, destacando-se, ainda, quanto à produção de grãos. A linhagem 6 identificou-se como fonte genética de maior número de grãos por espigueta, porte baixo, resistência ao acamamento e à ferrugem-da-folha, e a linhagem 8 apresentou espigas mais compridas e maior número de espiguetas por espiga. Todos os genótipos avaliados, com exceção do cultivar IAC-287 (controle sensível) exibiram elevada tolerância à toxicidade de alumínio.
Why do you need a reservation system?      Save time & money - Smart Internet Solutions