Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Mancha de Septoria da alface: isolamento, inoculação e avaliação de cultivares em condições de campo e casa de vegetação Lettuce Septoria leaf spot: isolation, inoculation, cultivar evaluation in field and greenhouse conditions

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Cristina S. Sousa | Warwick E. Kerr | Marlos R. Santos | Alcione S. Arruda | Vanessa B. M. G. Spini | Fernando C. Juliatti | Armando Takatsu

Journal: Fitopatologia Brasileira
ISSN 0100-4158

Volume: 28;
Issue: 5;
Start page: 555;
Date: 2003;
Original page

Keywords: Septoriose | Septoria lactucae | Lactuca sativa

ABSTRACT
Este trabalho teve como objetivo estabelecer metodologias adequadas para o isolamento e inoculação de Septoria lactucae e avaliação de nove cultivares de alface (Lactuca sativa), Vitória-de-Santo-Antão, Uberlândia 10.000, Maioba, Elba, Aurélia, Black Seeded Simpson, Grand Rapids, Salad Bowl-Mimosa e Babá de Verão, quanto aos níveis de resistência à septoriose, em condições de casa de vegetação e campo. Os melhores resultados obtidos foram: a) para isolamento: transferência dos cirros de conídios diretamente para o meio de BDA com os antibióticos estreptomicina, cloranfenicol, ampicilina e rifampicilina; b) para inoculação: aspersão das plantas no estádio de seis a oito folhas com a suspensão de inóculo na concentração de 1 x 10(4)conídios/ml, e manutenção em câmara úmida por 48 h. Houve diferenças significativas entre as cultivares testadas em casa de vegetação e em campo. Tanto em casa de vegetação quanto em teste de campo as cultivares Maioba e Vitória de Santo Antão foram avaliadas como a mais susceptível e a mais resistente, respectivamente. Diante desses resultados, a metodologia de casa de vegetação pode ser considerada como altamente promissora para a avaliação rápida de grande número de variedades ou materiais genéticos, nos trabalhos de melhoramento de alface para a resistência à S. lactucae.The objectives of this work were to establish appropriate methodologies for isolation and inoculation of Septoria lactucae in order to evaluate resistance. Nine lettuce (Lactuca sativa) cultivars (Vitória-de-Santo-Antão, Uberlândia 10.000, Maioba, Elba, Aurélia, Black Seeded Simpson, Grand, Rapids, Salad Bowl-Mimosa and Babá de Verão) were screened for resistance to this pathogen under greenhouse and field conditions. The best results obtained were: a) for isolation: to transfer cirrus of conidia directly to the surface of Petri dishes with PDA medium plus antibiotics (streptomycin, chloramphenicol, ampicilim and riphampicin); b) for inoculation: to spray plants of six to eight leaves with a conidia suspension of 1 x 10(4) spores/ml and keep them in a moist chamber for 48 h. Significant differences were found among cultivars both in greenhouse and field tests. Under both conditions the cultivars Maioba and Vitoria de Santo Antão were found to be, respectively, the most susceptible and the most resistant cultivars among those tested. From these results, the greenhouse test methodology is seen to ge highly promising for the rapid screening of a great number of genotypes in breeding programs of lettuce resistant to S. lactucae.
Why do you need a reservation system?      Save time & money - Smart Internet Solutions