Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Media, youth, and education: modes of constructing the “other” in culture Mídia, juventude e educação: modos de construir o "outro" na cultura.

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Rosa Maria Bueno Fischer

Journal: Education Policy Analysis Archives
ISSN 1068-2341

Volume: 16;
Start page: 2;
Date: 2008;
Original page

Keywords: media | youth | television | difference | normality | culture.

ABSTRACT
The aim of this paper is to discuss a research project conducted between 2002-2005 in Porto Alegre, Brazil. The focus was exploring how a group of 90 students perceived media?s discourse ? especially television ? about ?youth.? Through the analysis of the discourse of both media and students, the research team selected a main theme for inquiry: the construction of the ?other? in the mass media and the perception of differences among these groups in relationship to social, economic, generational, racial, ethnic, and physical appearance dynamics. This research uses Foucaltian categories of analysis, specifically the concepts of normality, abnormality, and modes of subjectivity, and Hannah Arendt conceptualization about public and private spheres ? which allows for discussion of the multiple performances and images operating through media mechanisms. This work also uses other concepts like difference and alterity, follwoing Carlos Skliar studies. Este artículo presenta un estudio llevado a cabo en una escuela de Educación PrimNeste artigo, o propósito é discutir um projeto de pesquisa realizado de 2002 a 2005, em Porto Alegre, Brasil, com um grupo de 90 estudantes, cujos depoimentos tratam de diferentes produtos da mídia, especialmente a televisão, e que têm como objeto questões sobre juventude. A partir dos dados coletados através da escuta de estudantes de escolas públicas e privadas e do estudo de produtos televisivos, selecionou-se um tema principal para a análise dos modos de existência jovem: a construção do "outro" nos meios de comunicação e a relação desses grupos com as diferenças sociais, econômicas, geracionais, raciais e étnicas, de gênero e de aparência física. Com apoio em Michel Foucault, particularmente nos conceitos de normalidade, anormalidade e modos de subjetivação, e também em Hannah Arendt e suas elaborações sobre vida pública e vida privada, discutimos as formas pelas quais a sociedade do espetáculo e da imagem opera na nomeação e na construção dos "outros jovens". Utilizamos ainda conceitos como os de diferença e de alteridade, recorrendo principalmente aos estudos de Carlos Skliar, entre outros.
Affiliate Program      Why do you need a reservation system?