Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Mesotelioma maligno de pleura com associação etiológica a asbesto: a propósito de três casos clínicos

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Capitani E.M. de | Metze K. | Frazato Jr. C. | Altemani A.M.A. | Zambom L. | Toro I.F.C. | Bagatin E.

Journal: Revista da Associação Médica Brasileira
ISSN 0104-4230

Volume: 43;
Issue: 3;
Start page: 265;
Date: 1997;
Original page

Keywords: Mesotelioma maligno | Pleura | Asbesto | Etiologia | Diagnóstico

ABSTRACT
O mesotelioma maligno de pleura (MM) é tumor de ocorrência rara em nosso meio e tem-se mostrado, quando em elevada incidência, relacionado à exposição pregressa a asbesto ou amianto nas séries descritas em outros países. OBJETIVO. A partir de casos clínicos atendidos no Hospital de Clínicas da Unicamp, procurou-se evidenciar tal associação epidemiológica, visando alertar profissionais médicos quanto à possível elevação da incidência de tal tumor nesta década e, futuramente, por características próprias da história natural desse tipo de tumor. MÉTODOS. São descritos três casos de MM de pleura ocorridos na região de Campinas, SP, num período de dois anos, dos pontos de vista clínico, laboratoriais complementares e anatomopatológico, incluindo minuciosa investigação anamnésica ocupacional e ambiental. RESULTADOS. Todos os casos foram confirmados do ponto de vista anatomopatológico, incluindo microscopia eletrônica, como casos de MM. Os três casos mostraram relação epidemiológica, comprovada por meio de história ocupacional, com exposição a asbesto no passado. Um dos casos teve exposição ocupacional pregressa de curta duração (cerca de um ano); outro teve exposição doméstica a partir de asbesto trazido do ambiente de trabalho por seu pai, durante sua infância, e o terceiro caso com contaminação ocupacional indireta. CONCLUSÃO. A ocorrência de MM de pleura relacionada à exposição a asbesto, no passado, parece ser realidade em nosso meio, como mostram estes três casos clínicos. Destaca-se a necessidade da anamnese ocupacional e ambiental detalhadas na abordagem desses casos, alertando-se para maior atenção no diagnóstico dos tumores primários da pleura e do peritônio, nos próximos anos, em função de provável aparecimento de novos casos relacionados a exposição a asbesto pregressa, tendo em vista o intervalo de tempo entre o início da manipulação do asbesto em nosso país e o aparecimento destes primeiros casos coincidir com o tempo de latência médio esperado para a ocorrência de MM. Destacam-se, ainda, as necessidades de definição precisa de critérios diagnósticos, para esse tipo de tumor, e criação de registro centralizado de casos.
Affiliate Program      Why do you need a reservation system?