Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Micorriza arbuscular e matéria orgânica na aclimatização de mudas de bananeira, cultivar nanicão

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Matos Rosa Maria Barbosa | Silva Eliane Maria Ribeiro da | Brasil Felipe da Costa

Journal: Bragantia
ISSN 0006-8705

Volume: 61;
Issue: 3;
Start page: 277;
Date: 2002;
Original page

Keywords: fungo micorrízico arbuscular | micropropagação | Glomus clarum | Musa spp

ABSTRACT
Com o objetivo de avaliar o efeito da inoculação de fungo micorrízico arbuscular na produção de mudas de qualidade, em sistema de pouco insumo, realizou-se um experimento com mudas micropropagadas de bananeira, cultivar Nanicão, em casa de vegetação do Centro Nacional de Pesquisa de Agrobiologia (Seropédica/RJ), em julho de 1998. O delineamento experimental empregado foi o de blocos ao acaso com quatro repetições, constituindo-se os tratamentos por três substratos (0, 10% e 20% de matéria orgânica), na presença e ausência de Glomus clarum. A partir dos 65 dias de aclimatização, as mudas desenvolvidas no substrato sem matéria orgânica, submetidas a inoculação com G. clarum, apresentaram efeito positivo significativo da inoculação na altura e no número de folhas. Aos 93 dias, as mudas infectadas, cultivadas no substrato com 0 e 10% de matéria orgânica, mostraram altura e diâmetro superior às não-infectadas. Na colheita, aos 95 dias, constatou-se aumento significativo da massa de folha, pseudocaule e raízes secas, bem como do conteúdo total de fósforo (P) das mudas infectadas em relação às não-infectadas com G. clarum. A avaliação da razão de eficiência radicular mostrou que as mudas dos substratos sem matéria orgânica e com 10%, infectadas com G. clarum, apresentaram maior razão do que as não-infectadas. De maneira geral, a presença de matéria orgânica no substrato proporcionou efeito positivo no desenvolvimento das mudas de bananeira 'Nanicão'.
Affiliate Program      Why do you need a reservation system?