Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Mitos e Realidades sobre a Difusão do Comércio Eletrônico nas Empresas Brasileiras

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Paulo Bastos Tigre | Jason Dedrick

Journal: Revista Brasileira de Inovação
ISSN 1677-2504

Volume: 2;
Issue: 2;
Date: 2009;
Original page

ABSTRACT
A difusão das tecnologias da informação, e mais recentemente da Internet vem gerando expectativas de transformações radicais na forma de funcionamento da economia mundial. Três hipóteses particularmente importantes pela sua abrangência são destacadas na literatura especializada e serão discutidas neste artigo com base em pesquisas empíricas sobre a difusão do comércio eletrônico conduzidas pelo projeto Globalization and Electronic Commerce, coordenado pela Universidade da Califórnia, Irvine. A primeira é que o processo de difusão do comércio eletrônico está bidirecionalmente associado ao processo de globalização. A segunda é que haveria uma "nova economia" baseada nas novas empresas intensivas em informação. A terceira hipótese analisada é que o comércio eletrônico reduz as desvantagens estruturais das micro e pequenas empresas, graças a seus impactos informacionais e espaciais. Com base em entrevistas com 200 empresas, a pesquisa revela que, pelo menos no caso do Brasil, tais hipóteses não estão se confirmando e que apesar da inegável importância do comércio eletrônico, a tecnologia não determina a estrutura da indústria nem modifica estratégias de globalização. Por outro lado, o artigo confirma que comércio eletrônico é uma importante ferramenta para ajudar empresas e países a desenvolverem trajetórias econômicas preexistentes.Palavras-chave: Comércio Eletrônico; Globalização; Nova Economia; Competitividade; Tecnologias da Informação; Difusão de Tecnologia; Micro e Pequenas EmpresasCódigo JEL: B5; M2; L1; L2; D84 AbstractThe rapid diffusion of information technologies and the Internet gave birth to radical interpretations about their worldwide economic impacts. Three hypotheses widely discussed in the specialized literature are particularly interesting for their relevance for economic analysis and will be reviewed in this article based on empirical research on electronic commerce (EC) conducted by the Globalization and Electronic Commerce project at the University of California, Irvine. The first hypothesis states that EC diffusion is both a driving force and a consequence of the globalization process. The second is that new IT is giving birth to a "new economy" based on new information-based firms. Finally we analyze the hypothesis that EC is reducing the competitive disadvantages of small firms face their larger counterparts, thanks to informational and geographical impacts. Based on a survey with 200 firms, the article concludes that, at least in the case of Brazil, the findings do not support those hypotheses and that despite the undisputed importance of EC for business development, the technology itself determines neither industry structure or firms globalization strategies. Rather, EC helps firms and countries to further explore their existing economic trajectories.Keywords: Electronic Commerce; Globalization; New Economy; Competitiveness; Information Technologies; Technology Diffusion; Small FirmsJEL-Code: B5; M2; L1; L2; D84

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil

     Affiliate Program