Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

MODELO DE INCREMENTO PARA ÁRVORES SINGULARES – Nectandra megapotamica (Spreng.) Mez

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Jocelaine Bolzan Della-Flora | Miguel Antão Durlo | Peter Spathelf

Journal: Ciência Florestal
ISSN 0103-9954

Volume: 14;
Issue: 1;
Start page: 165;
Date: 2004;
VIEW PDF   PDF DOWNLOAD PDF   Download PDF Original page

Keywords: modelo de incremento para árvores singulares | Nectandra megapotamica

ABSTRACT
No setor florestal, os modelos de crescimento e incremento são utilizados para predizer o crescimento de uma árvore, de um povoamento ou de uma floresta. Nas florestas heterogêneas e de várias idades do Rio Grande do Sul, modelos de árvores individuais são apropriados. O presente trabalho foi estabelecido para contribuir para a formulação de um modelo de incremento de uma espécie da Floresta Estacional Decidual do Rio Grande do Sul: a Nectandra megapotamica. A coleta de dados foi realizada no distrito de Vale Vêneto, próximo a Santa Maria, nos anos de 1994 e 1997. A vegetação foi classificada em diferentes estágios sucessionais e nesses estágios, instaladas unidades amostrais permanentes (uap). Em cada uap, todas as árvores com DAP ≥ 5 cm foram identificadas, numeradas e medidas. Adicionalmente, a posição sociológica e variáveis do sítio foram estimadas. Em cada uap, calcularam-se a área basal individual, área basal por ha e área basal das árvores maiores que a concorrida (BAL). Em seguida, estabeleceram-se funções de crescimento utilizando o procedimento stepwise. A fórmula geral do modelo é: Incremento (g/ano) = f (Dimensões, Concorrência, Sítio). O melhor modelo para Nectandra megapotamica é: ICA = 0,002084 + 0,000001039 x DAP² – 0,0003498 x Degradação – 0,000375 x P.S. – 0,00000904 x Pedregosidade – 0,0000103 x BAL.
Affiliate Program     

Tango Jona
Tangokurs Rapperswil-Jona