Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Movimentos sociais, multiculturalismo e educação: desafios para a sociedade contemporânea Social movements, multiculturalism and education: challenges for contemporary society

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Sônia Maria Marchiorato Carneiro | Maria do Rosário Knechtel | Angélica Góis Morales

Journal: Educação : Revista do Centro de Educação UFSM
ISSN 0101-9031

Volume: 37;
Issue: 3;
Start page: 469;
Date: 2012;
Original page

ABSTRACT
http://dx.doi.org/10.5902/198464444171 O presente estudo é de cunho teórico, focando a relação de movimentos sociais multiculturais e a educação. Tem por objetivo analisar dados pertinentes, inter-relacionados, sobre tensões e conflitos de grupos socioculturais, para se pensar uma educação contemporânea que valorize a dinâmica multicultural. Inicialmente são evocados alguns pressupostos conceituais de movimento social e, neste contexto, de movimento social multicultural em conexão a algumas premissas para sua compreensão processual, visando a alternativas de coexistência entre diferentes culturas. Em sequência, no quadro de uma contextualização histórica dos movimentos multiculturais no mundo e no Brasil, são discutidos o significado, as abordagens e a urgência da temática multicultural na educação formal, ou não. Nessa linha de reflexões, conclui-se o texto, destacando a necessidade das instituições formadoras (universidades e escolas) tratarem das questões multiculturais, em vista da formação cidadã dos sujeitos-alunos. Nesse sentido, enfoca-se uma formação político-cultural referenciada, que implica conhecer e refletir sobre a realidade multicultural, para projetar transformações quanto a uma convivência intercultural respeitosa e justa. Para tanto, destaca-se a urgência da formação de educadores multiculturais numa orientação pedagógica crítica, includente e emancipatória. Palavras-chave: movimentos sociais; movimentos sociais multiculturais; educação crítico-emancipadora.The present theoretic study focuses the relation between social multicultural movements and Education. It aims at analyzing pertinently relational data on tensions and conflicts among sociocultural groups, in view of a contemporary Education encompassing the cultural dynamics of society. There are initially summoned some conceptual assumptions of social movements and, in this context, of multicultural social movements in connection to some premises for coexistence alternatives among different group cultures. Sequentially, after a synthetic reference to the history of multicultural movements worldwide and in Brazil, there are discussed the meaning, approaches and urgency of the multicultural theme in Education, formal or otherwise. From such reflections follows the study conclusion, enhancing that formative institutions (Universities and schools) must undertake the multicultural questions in developing the citizenship of their subjects. Thus, it is enforced a political culture-referred educational formation, comprising so much knowing as reflecting on nowadays multicultural reality to project transformations conducive to a intercultural life- style, both respectful and just. To that end, it is compelling a professional preparation of educators under an inclusive, critical and emancipative pedagogical orientation.
Affiliate Program      Why do you need a reservation system?