Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Níveis de nitrogênio por fertirrigação e densidade de plantio na cultura do melão em um Vertissolo Nitrogen levels through fertirrigation and plant density on melon crop in a Vertisol

ADD TO MY LIST
 
Author(s): CLEMENTINO MARCOS BATISTA DE FARIA | NIVALDO DUARTE COSTA | JOSÉ MARIA PINTO | LUIZA TEIXEIRA DE LIMA BRITO | JOSÉ MONTEIRO SOARES

Journal: Pesquisa Agropecuária Brasileira
ISSN 0100-204X

Volume: 35;
Issue: 3;
Start page: 491;
Date: 2000;
Original page

Keywords: Cucumis melo | qualidade dos frutos | tamanho dos frutos | Brix | Cucumis melo | fruit quality | fruit size | Brix

ABSTRACT
O trabalho constou de um experimento com melão (Cucumis melo L.), conduzido em um Vertissolo, em Juazeiro, BA, em 1995, com o objetivo de avaliar o efeito de níveis de N por fertirrigação e de densidades de plantio na produtividade e qualidade de fruto. Os níveis de N foram 0, 80, 130 e 180 kg/ha, combinados com os espaçamentos 2,00 e 1,80 m entre linhas e 0,20 m entre plantas, com uma ou duas plantas por cova. A fonte de N foi a uréia, aplicada diariamente até 42 dias após a germinação, por meio da irrigação por gotejamento. Todos os tratamentos receberam uma adubação uniforme de 120 kg/ha de P2O5 e 120 kg/ha de K2O. Os espaçamentos entre linhas não causaram diferenças significativas em nenhuma variável estudada. O nível de 80 kg/ha de N combinado com uma planta por cova proporcionou uma produtividade de 34,07 t/ha, com 55,7% de frutos próprios para o mercado interno, não-significativamente (P £ 0,05) inferior à produtividade obtida com os níveis mais elevados de N em qualquer combinação. Com este mesmo nível, obtiveram-se frutos com 10,22º Brix significativamente (P£ 0,05) superior ao do tratamento sem N e não-significativamente inferior ao dos outros níveis. Para se obter uma maior parte de frutos próprios para o mercado externo, foi necessário elevar a densidade para duas plantas por cova e o nível de N para 130 ou 180 kg/ha. O peso médio dos frutos aumentou de 1,008 para 1,705 kg, à medida que foram aumentados os níveis de N ou se diminuiu a densidade de plantio de duas para uma planta por cova.This study consisted of one experiment with melon (Cucumis melo L.), carried out in a Vertisol in Juazeiro, BA, Brazil, in 1995, with the objective of evaluating the effects of nitrogen levels through fertirrigation and plant density on fruit yield and quality. The N levels were 0, 80, 130 and 180 kg/ha, combined with row spacings of 2.0 and 1.8 m and 0.20 m between plants within the row, with one or two plants/hole. The source of N was urea applied daily up to 42 days after germination, through drip irrigation. All treatments had a uniform fertilization of 120 kg/ha of P2O5 and 120 kg/ha of K2O. No significant difference was caused by spacing between rows in the studied variables. Eighty kg/ha of N combined with one plant per hole gave a yield of 34.07 ton/ha, being 55,7% of fruit allocated to inside market, not significantly lower than those obtained with the highest N levels in any combination. This same N level gave fruits with 10.22º Brix, significantly higher than the treatment without N and not significantly lower than the other levels. In order to get high number of good fruit for out side market it was necessary to elevate the density to two plants per hole and N level to 130 or 180 kg/ha. Mean weight of fruits increased from 1.008 to 1.705 kg with the increase in the levels of N and the decrease in plant density of two plants per hole to one plant per hole.
Affiliate Program     

Tango Jona
Tangokurs Rapperswil-Jona