Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Ocorrência de micotoxinas e características físico-químicas em farinhas comerciais

ADD TO MY LIST
 
Author(s): VIEIRA Ana Paula | BADIALE- FURLONG Eliana | OLIVEIRA Maria Lídia Mariano

Journal: Ciência e Tecnologia de Alimentos
ISSN 0101-2061

Volume: 19;
Issue: 2;
Start page: 221;
Date: 1999;
Original page

Keywords: farinhas | micotoxinas | aflatoxina B1 | B2 | G1 | G2 | ocratoxina A | zearalenona

ABSTRACT
As farinhas que são freqüentemente utilizadas em preparos industriais e domésticos de alimentos, podem vir a ser um bom veículo para contaminantes de vários tipos, inclusive as micotoxinas que por ventura não sejam eliminadas durante a moagem. Com o objetivo de avaliar a qualidade das farinhas de trigo (especial, comum, integral) e farinhas de centeio comercializadas na região sul do Rio Grande do Sul, nos anos de 1995 e 1996, foram determinadas a composição química e ocorrência de micotoxinas: aflatoxina B1, B2, G1, G2; ocratoxina A e zearalenona. A caracterização físico-química mostrou que 27% das farinhas comercializadas como especiais não se adequariam aos níveis recomendados pela legislação brasileira. O teste estatístico de contraste (SANEST), indicou que o conteúdo de cinzas pode explicar a presença de micotoxinas nas farinhas. As micotoxinas detectadas foram ocratoxina A e zearalenona, nos níveis de 12 e 53mg.kg-1 respectivamente.
Affiliate Program     

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil