Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Óleos vegetais em rações para o híbrido tambacu (macho "Piaractus mesopotamicus" x fêmea "Colossoma macropomum") Vegetable oils in diets for hybrid tambacu (male “Piaractus mesopotamicus” x female “Colossoma macropomum”)

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Marcelo Cordeiro Pereira | Rafael Vieira de Azevedo | Luís Gustavo Tavares Braga

Journal: Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal
ISSN 1519-9940

Volume: 12;
Issue: 2;
Date: 2011;
Original page

ABSTRACT
Objetivou-se avaliar a inclusão de óleos vegetais em rações para tambacu. Foram utilizados 315 exemplares (1,93 ± 0,16g), distribuídos em 21 happas de dimensões 0,60 x 0,30 x 0,60m. O delineamento foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 x 4, duas fontes de óleos (soja e dendê), quatro níveis de inclusão (0; 3; 5 e 7%) e três repetições, com 15 peixes por parcela experimental. As fontes de óleo foram adicionadas a uma ração comercial extrusada contendo 36% de proteína bruta, 4505Kcal/Kg de energia bruta e 7% de extrato etéreo. O arraçoamento foi realizado à vontade, quatro vezes ao dia durante 60 dias. Para peso final, ganho de peso diário, taxa de crescimento específico e sobrevivência, não foram observadas diferenças significativas para os peixes que receberam rações com óleo de dendê ou de soja, independente dos níveis. Níveis de inclusão de óleo influenciaram, com comportamento linear, as variáveis: consumo diário de ração e proteína e conversão alimentar aparente dos tambacus. Para matéria seca, proteína bruta e matéria mineral na carcaça, não foram observadas diferenças significativas para os peixes que receberam rações com óleo de dendê ou de soja, independentemente dos níveis. Observou-se resultado significativo para nível de inclusão dos óleos sobre as variáveis gordura e taxa de deposição protéica na carcaça, com comportamento linear crescente. A inclusão dos óleos de soja e dendê não melhora o desempenho de juvenis de tambacu, no entanto ocorre aumento na eficiência de utilização protéica.The objective of this work was to evaluate the inclusion of vegetable oils in diets for tambacu. 315 specimens (1.93 ± 0.16g) were used in 21 happas with dimensions of 0.60 x 0.30 x 0.60m. The design was completely randomized in a factorial 2 x 4, two sources of oils (soybean and palm oil), four levels (0; 3; 5 and 7%) and three replicates with 15 fish per experimental plot. The oil sources were added to a commercial extruded feed containing 36% crude protein, 4505Kcal/Kg crude energy and 7% ether extract. The feeding was carried out ad libitum, four times daily for 60 days. For final weight, daily weight gain, specific growth and survival, rate, no significant differences were observed for fish fed diets with palm oil or soybean, regardless of the levels. The oil inclusion levels influenced with linear increasing, the daily feed intake and feed conversion and protein variables of the tambacus. There were no significant differences for fish fed diets with palm oil or soybean, regardless of the levels, for dry matter, crude protein and ash in the carcass. A significant result of oil inclusion level was observed on the variables of carcass fat and protein deposition rate, with a linear increase. The inclusion of soybean oil and palm oil does not improve the performance of juvenile tambacu, however there is an increase in the efficiency of protein utilization.
Save time & money - Smart Internet Solutions      Why do you need a reservation system?