Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

An overview of freshwater fish aging in South America: the science, biases and future directions = Uma visão sobre idade de peixes de água doce na América do Sul: a ciência, tendências e o futuro

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Claudenice Dei Tos | Luiz Carlos Gomes | Angela Maria Ambrósio | Erivelto Goulart

Journal: Acta Scientiarum : Biological Sciences
ISSN 1679-9283

Volume: 32;
Issue: 4;
Start page: 323;
Date: 2010;
Original page

Keywords: age and growth of fishes | South American freshwater fishes | idade e crescimento de peixes | peixes de água doce da América do Sul

ABSTRACT
South America harbors the largest freshwater diversity in the world (about 4,475 valid species). Aging studies of 153 species published in 92 papers were reviewed for this publication. They were categorized according to the journal where they were published, decade, number of researches per river basin, methods and structures most used to estimate age, validation methods, period and causes of the formation of the age ring and age of the fish in South America. Our results showed an increase in the studies of age and growth, especially in the Paraná river basin. Scales were the structure most used in the studies of aging. Most of the researchers did not validate age. On a continental level, there was no specific period for growth ring formation, but in general, it was related toreproductive activity and flooding period. South American freshwater fishes did not present high longevity (maximum of 15 years). The ongoing governmental support to the fishery in South America, such as in Brazil with the creation of the Ministry of Fishing and Aquaculture, will certainly enlarge the fishing industry. Thus, it is necessary to know and to evaluate the fishery stocks correctly in order to guarantee sustainable use.A América do Sul possui a maior diversidade de peixes de água doce domundo (cerca de 4.475 espécies válidas). Para esta publicação, foi revisada a idade de 153 espécies de 92 artigos. Eles foram categorizados de acordo com o periódico, década, número de pesquisaspor bacia hidrográfica, métodos e estruturas mais usadas para estimar a idade, métodos de validação, época e causas da formação do anel etário e idade dos peixes da América do Sul. Os resultados mostraram aumento de estudos de idade e crescimento, especialmente na bacia do rio Paraná. As escamas foram as estruturas mais usadas nos estudos considerados. A maioria dos pesquisadores não fez a validação da idade. Em nível continental não foi verificado um período específico para a formação dos anéis de crescimento, mas em geral, as marcas estiveram relacionadas com a atividade reprodutiva e ao período de cheias. Os peixes de água doce da América do Sul não têm elevada longevidade (máximo 15 anos). Na América do Sul, é esperado que a indústria pesqueira expandirá, pela criação de programas de incentivo, como a criação o Ministério da Pesca e Aquicultura no Brasil, e assim, será necessário conhecer e avaliar os estoques corretamente com o propósito de uso sustentável.
Why do you need a reservation system?      Save time & money - Smart Internet Solutions