Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

PERCEPTIONS AND REPRESENTATIONS OF THE FOREIGN AUTHOR ABOUT AMAZONIAN MAN: AN ANALYSIS UNDER THE CATEGORIES OF GEOGRAPHY Percepções e representações do autor estrangeiro sobre o homem amazônico: uma análise sob as categorias da geografia

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Klondy Lúcia de Oliveira Agra

Journal: Geotextos : Revista da Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal da Bahia
ISSN 1809-189X

Volume: 9;
Issue: 1;
Date: 2013;
Original page

Keywords: Geografia | Amazônia | Percepções e Representações

ABSTRACT
In this article, I analyze, with aid of the concepts guide for the geographical science, two works by Americans over the Brazilian Amazon. Amazon Town of Charles Wagley, and the travel journal of American George E. Hafstad. Works which exposes the Brazilian Amazon and way of life of its people, describing in detail actions, habits, thoughts and beliefs, way of acting man Amazonian descriptions that form a backdrop of compositions and orientations of Amazon to the world. The main objective of this paper is to check the perceptions and representations of foreign researchers to translate Amazon contexts and scenarios to your community, with the help of the notions of space, place, landscape and territory. Interest in the analysis of these materials is due to singular description of Amazonian details that demonstrate the concern of foreign technicians involved with research in the Brazilian Amazon, between the years 1940 to 1950, with reading contexts and scenarios and detailed translation of the analyzed reality to their community, and also by the possibility of observation and demystification of misunderstandings made by these researchers and the rescue of cultural and historical values of this region.Neste artigo, analiso, com o auxílio dos conceitos balizadores da ciência geográfica, duas obras de autores norte americanos: Amazon Town de Charles Wagley e o diário de viagem de George E. Hafstad. Trabalhos que expõem a Amazônia brasileira e o modo de vida do seu povo, descrevendo em detalhes ações, hábitos, pensamentos e crenças, a maneira de atuar do homem amazônico, descrições que formam um cenário de composições e de orientações da Amazônia para o mundo. O objetivo principal deste artigo é a verificação das percepções e representações dos pesquisadores estrangeiros ao traduzir contextos e cenários amazônicos à sua comunidade, com o auxílio das noções de espaço, lugar, paisagem e território. O interesse na análise desses materiais se deve à singular descrição de detalhes amazônicos que demonstram a preocupação de técnicos estrangeiros envolvidos com a pesquisa na Amazônia brasileira, entre os anos de 1940 a 1950, com a leitura de contextos e cenários e a minuciosa tradução dessa realidade à sua comunidade e, ainda, pela possibilidade da observação e desmistificação de compreensões errôneas feitas por esses pesquisadores e o resgate de valores culturais e históricos dessa região.

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil

     Affiliate Program