Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

O preconceito lingüístico em textos de humor: uma piada sem graça

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Débora Facin | Marizete Bortolanza Spessatto

Journal: Roteiro
ISSN 0104-4311

Volume: 32 n.2;
Start page: 245;
Date: 2010;
Original page

Keywords: Variação lingüística. Preconceito lingüístico. Humor.

ABSTRACT
As piadas, embora pareçam discursos neutros, reforçam uma série de preconceitos. Em relação à língua, tornam-se mais uma ferramenta de discriminação àqueles que são detentores das variantes não-padrão. Neste artigo apresentam-se os resultados de uma pesquisa que tomou como base a Sociolingüística com suporte da Análise do Discurso, procurando-se apontar a existência do preconceito lingüístico em textos de humor. A partir da descrição dos principais fatores que caracterizam o preconceito lingüístico, buscou-se categorizar os textos por meio dos mecanismos lingüísticos, a fim de identificar os principais preconceitos que se formam a partir da construção dos enunciados. É importante lembrar que, assim como em outras situações comunicativas, o preconceito lingüístico presente nas piadas revela-se um forte mecanismo de preconceito social, o que pode ser comprovado pelos grupos citados nas piadas analisadas. O presente artigo é resultado da pesquisa “Uma piada sem graça: o preconceito lingüístico em textos de humor”, desenvolvida durante o curso de especialização em Lingüística e Ensino, com recursos do Fape/Unochapecó.
Why do you need a reservation system?      Affiliate Program