Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Productive performance of ewes in summer or autumn mating seasons, and receiving or not food suplementation during the mating period/
Desempenho produtivo de ovelhas acasaladas no verão e no outono recebendo ou não suplementação alimentar durante o acasalamento

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Edson Luis de Azambuja Ribeiro | Leandro das Dores Ferreira da Silva | Ivone Yurika Mizubuti | Marco Antonio da Rocha | Adriana Pereira da Silva | Rinaldo Masato Mori | Danilo Otávio Laurenti Ferreira | Tiago Rodrigues Casimiro

Journal: Semina : Ciências Agrárias
ISSN 1676-546X

Volume: 23;
Issue: 1;
Start page: 35;
Date: 2002;
Original page

Keywords: Estação de Monta | Flushing | Grupo Genético | Ovinos | Raças | Reprodução.

ABSTRACT
This work had as objectives to evaluate the performance of ewes from different genetic groups when mated in summer or autumn, and receiving or not food supplementation from 14 days before and during the mating season. Seventy-six ewes from the genetic groups Corriedale, Hampshire Down, Ile de France and Suffolk, with ages varying from 2 to 8 teeth, were used. Although greater weight gains occurred in the summer mating and in ewes receiving food supplementation, these differences did not enhance the reproductive performance of these animals. Productivity expressed as kg of weaned lambs / kg of joined ewes was similar for summer and autumn mating (0.27 and 0.26), and for ewes receiving or not food supplementation (0.27 and 0.26). The other evaluated effects, age of ewe, genetic group, type of lambing (single or twins) and sex of lambs, did not affect this productivity index. It can be concluded that in good pasture conditions, there is no need for food supplementation before and during the mating season. At the same way, it can be used summer or autumn mating seasons in the northern region of the Paraná state.Este trabalho teve como principais objetivos avaliar o desempenho de ovelhas de diferentes grupos genéticos quando acasaladas no verão ou no outono, bem como o efeito da suplementação alimentar por 14 dias antes e durante o período de acasalamento. Foram utilizadas 76 ovelhas, com idade variando de 2 a 8 dentes, dos grupos genéticos Corriedale, Hampshire Down, Ile de France e Suffolk. Apesar de ter ocorrido maiores ganhos de peso no acasalamento de verão e para as ovelhas suplementadas, estas diferenças não se traduziram em maior desempenho reprodutivo. A produtividade, expressa como quilos de cordeiros desmamados por quilo de ovelha acasalada, foi similar nos acasalamentos de verão e outono (0,27 e 0,26) e para ovelhas recebendo ou não suplementação alimentar (0,27 e 0,26). Os outros efeitos avaliados (idade das ovelhas, grupo genético, tipo de parto e o sexo dos cordeiros) também não afetaram este índice de produtividade. Portanto, havendo boa condição de pastagem não há necessidade de suplementação alimentar antes e durante a monta, podendo ser utilizada a estação de acasalamento de verão ou outono, no norte do Paraná.

Tango Jona
Tangokurs Rapperswil-Jona

     Affiliate Program