Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Produtividade e estabilidade fenotípica de cultivares de milho em três municípios do Estado do Pará

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Souza Francisco Ronaldo Sarmanho de | Ribeiro Pedro Hélio Estevam | Veloso Carlos Alberto Costa | Corrêa Luiz André

Journal: Pesquisa Agropecuária Brasileira
ISSN 0100-204X

Volume: 37;
Issue: 9;
Start page: 1269;
Date: 2002;
Original page

Keywords: Zea mays | genótipo | desenvolvimento da população | desempenho produtivo

ABSTRACT
A área cultivada com grãos no Estado do Pará está em torno de 553 mil hectares e estima-se que 57% seja cultivada com milho. A produtividade média do milho é baixa, em virtude dos sistemas de produção adotados, que não incluem o uso de fertilizantes, corretivos e cultivares adaptadas. O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho produtivo e a estabilidade fenotípica de cultivares de milho em quatro ambientes. Foram avaliadas 37 cultivares comerciais e pré-comerciais de milho em delineamento de látice simples 6x6. As parcelas foram constituídas de duas linhas de 5 m, espaçadas de 0,90 m, com cinco plantas/m após o desbaste. Houve diferença significativa pelo teste F na maioria das fontes de variação considerada. No grupo das cultivares mais produtivas, a produção esteve entre 5,64 e 6,58 t/ha e no segundo grupo, entre 4,03 e 5,52 t/ha de grãos. A testemunha BR-5102 foi classificada no grupo das mais produtivas, superando mais de 66% das cultivares avaliadas. As cultivares com menor risco de adoção para recomendação foram a AG 4051, C 333B e 984-N. Os resultados mostram ser possível identificar cultivares com bom desempenho produtivo e boa estabilidade.
Why do you need a reservation system?      Save time & money - Smart Internet Solutions