Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Raquianestesia com Bupivacaína a 0,5% Isobárica para cirurgia pediátrica ambulatorial em pacientes com idades de 6 a 12 anos: estudo prospectivo

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Imbelloni Luiz Eduardo | Vieira Eneida Maria | Beato Lúcia | Zapatta Carlos

Journal: Revista Brasileira de Anestesiologia
ISSN 0034-7094

Volume: 52;
Issue: 4;
Start page: 402;
Date: 2002;
Original page

Keywords: ANESTESIA/Ambulatorial | ANESTÉSICOS/Local | ANESTÉSICOS/bupivacaína | CIRURGIA/Pediátrica | TÉCNICAS ANESTÉSICAS/Regional | TÉCNICAS ANESTÉSICAS/subaracnóidea

ABSTRACT
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Em crianças, a raquianestesia produz profunda analgesia e, quando combinada com anestesia geral, reduz a necessidade dos agentes anestésicos e opióides. O objetivo deste estudo prospectivo foi avaliar as características clínicas da raquianestesia com bupivacaína a 0,5% racêmica em 40 crianças, com idades entre 6 e 12 anos. MÉTODO: Participaram do estudo prospectivo 40 crianças com idades entre 6 e 12 anos, submetidas à raquianestesia com bupivacaína a 0,5% isobárica, na dose de 0,5 mg.kg-1. Foram avaliados os seguintes parâmetros: latência da analgesia, bloqueio motor, duração dos efeitos, dispersão cranial da analgesia, alterações cardiovasculares, cefaléia, sintomas neurológicos transitórios. RESULTADOS: O tempo de latência foi de 2,60 ± 1,28 minutos. A duração da analgesia foi de 4,51 ± 0,89 h. O tempo para a deambulação foi de 4,04 ± 0,83 h. O tempo de permanência na SRPA foi de 44,39 ± 43,13 minutos. A duração do bloqueio motor foi de 2,50 ± 0,83 h. O nível sensitivo do bloqueio variou entre T9 e T4 (Moda=T6). O início do bloqueio motor foi menor que três minutos em todas as crianças. Logo no início da cirurgia, todos os pacientes apresentaram bloqueio motor grau 3 (escala modificada de Bromage). Setenta porcento dos pacientes apresentaram bloqueio motor graus 3 ou 2 no final da cirurgia. Não foi observada dessaturação ou hipotensão arterial. Bradicardia foi observada em dois pacientes. Ocorreu uma falha. Cefaléia e SNT não foram observadas. CONCLUSÕES: Nas condições deste estudo a bupivacaína a 0,5% isobárica produziu anestesia segura em pacientes de 6 a 12 anos em regime ambulatorial, com alto índice de sucesso, bloqueio motor de duração intermediária e baixa incidência de efeitos colaterais. Os resultados mostraram que a raquianestesia é segura e facilmente realizável em crianças de 6 a 12 anos em regime ambulatorial.
Why do you need a reservation system?      Save time & money - Smart Internet Solutions