Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Replicação e excreção viral durante a infecção aguda e após a reativação da latência induzida por dexametasona em bezerros inoculados com os herpesvírus bovinos tipo 1 (BHV-1) e 5 (BHV-5)

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Vogel Fernanda Silveira Flores | Lima Marcelo de | Flores Eduardo Furtado | Weiblen Rudi | Winkelmann Evandro Reinoldo | Mayer Sandra Vanderli | Mazzutti Ketty Cristina | Arenhart Sandra

Journal: Ciência Rural
ISSN 0103-8478

Volume: 34;
Issue: 5;
Start page: 1619;
Date: 2004;
Original page

Keywords: herpesvírus bovino tipo 1 | BHV-1 | BHV-5 | dexametasona | infecção latente

ABSTRACT
Nesse estudo, comparou-se a eficiência de estabelecimento e reativação da infecção latente pelos herpesvírus bovinos tipos 1 e 5 (BHV-1 e 5) em bezerros. Bezerros inoculados pela via intranasal com uma amostra de BHV-1 (SV-265, n=6) ou BHV-5 (SV-507, n=6) apresentaram corrimento nasal discreto a moderado e excretaram vírus em secreções nasais em títulos de até 10(7,81)DICC50/ml (dose infectante para 50% dos cultivos celulares) durante um período médio de 10,5 dias (6-15 [BHV-1]) ou títulos de até 10(6,7) DICC50/ml durante 15,3 dias (13-18 [BHV-5]). A administração de dexametasona (Dx; 0,5mg/kg, via endovenosa) aos 60 dias pós-inoculação (pi) resultou em reativação da infecção em todos os animais inoculados. O vírus foi detectado em secreções nasais dos bezerros inoculados com o BHV-1 em títulos de até 10(5,5)DICC50/ml por 6 a 9 dias (x:7,8) e em títulos de até 10(6,1)DICC50/ml (durante 3 a 12 dias, x: 7,5 dias) nos bezerros inoculados com o BHV-5. Os resultados obtidos demonstraram que tanto o BHV-1 quanto o BHV-5 foram capazes de estabelecer e reativar a infecção latente em níveis semelhantes.
Save time & money - Smart Internet Solutions      Why do you need a reservation system?