Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

RESÍDUOS BIOLÓGICOS EM SERVIÇOS DE DIÁLISE: DISCUSSÃO SOBRE O SEU GERENCIAMENTO

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Izilda Simões Vitorino Eliam | Izildinha Pedreira Barros | Karla Evangelina Marques Lopes | Anaclara Ferreira Veiga Tipple | Adenícia Custódia Silva e Souza

Journal: Revista Eletronica de Enfermagem
ISSN 1518-1944

Volume: 6;
Issue: 3;
Start page: 378;
Date: 2004;
VIEW PDF   PDF DOWNLOAD PDF   Download PDF Original page

Keywords: Resíduos de Serviços de Saúde | Unidades Hospitalares de Hemodiálise | Ambiente.

ABSTRACT
Os profissionais dos serviços de diálise enfrentam situações de riscos desde a realização dos procedimentos diretos às práticas relacionadas, até o gerenciamento dos diferentes resíduos gerados nestes serviços. O acidente com material perfurocortante representa um dos maiores riscos para trabalhadores da saúde. O objetivo foi caracterizar o gerenciamento dos resíduos biológicos nos serviços de diálise da cidade de Goiânia – GO. Estudo descritivo, cujos dados foram coletados em março de 2004, por meio de check list elaborado de acordo com RDC 33/ 03/ANVISA, previamente validado, e observados os aspectos éticos e legais, havendo consentimento dos onze serviços existentes. Evidenciou-se que o descarte de perfurocortantes é feito em caixas específicas em quatro unidades; sete unidades improvisam o recipiente, utilizando frascos de soluções dialíticas. Em oito serviços os dialisadores são descartados em sacos brancos leitosos. A segregação de perfurocortantes é feita próxima à fonte geradora na maioria das unidades (91%). A maioria não possui lixeira com tampa acionada por pedal para descarte de resíduos infectantes. O transporte interno é feito manualmente em 82% dos serviços. Concluiu-se que na maioria dos serviços pesquisados, as práticas relacionadas ao gerenciamento de resíduos, não atendem às normas de biossegurança, potencializando o risco biológico coletivo.
Save time & money - Smart Internet Solutions      Why do you need a reservation system?