Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Resistência antimicrobiana de amostras de Staphylococcus aureus isoladas de recém-nascidos saudáveis

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Marcelle Paiano | João Bedendo

Journal: Revista Eletrônica de Enfermagem
ISSN 1518-1944

Volume: 11;
Issue: 4;
Start page: 841;
Date: 2009;
VIEW PDF   PDF DOWNLOAD PDF   Download PDF Original page

Keywords: Staphylococcus aureus | Resistência medicamentosa | Criança.

ABSTRACT
Staphylococcus aureus oxacilina resistente é um dos principais patógenos associados à etiologia das infecçõesnosocomiais. Em recém-nascidos, a transmissão de S. aureus pode ocorrer durante o parto, mas também por meio decontato com familiares, profissionais da saúde e ambiente. O estudo foi realizado num hospital universitário noperíodo de fevereiro a abril de 2007 e teve como objetivo determinar a freqüência de portadores nasais de S. aureusentre recém-nascidos saudáveis, verificar o perfil de susceptibilidade das espécies isoladas frente aos antimicrobianosusualmente empregados na prática clínica e identificar a presença do gene mecA, que codifica a resistência aoxacilina. S. aureus foram isolados em 45 (90%) dos 50 indivíduos estudados e a resistência à oxacilina, determinadapelo método da Concentração Inibitória Mínima, foi observada em 5 amostras (11,1%). Destas amostras, em 4 (80%)foi detectada a presença do gene mecA. Destarte, os profissionais de saúde precisam estar particularmente atentospara a identificação de carreadores de S. aureus; pois estão diretamente envolvidos no cuidado e devem tomarprecauções para controlar e prevenir sua disseminação.
Save time & money - Smart Internet Solutions      Why do you need a reservation system?