Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Respostas de diferentes genótipos de batata à tuberização in vitro

ADD TO MY LIST
 
Author(s): RODRIGUES-OTUBO BENEDITA MARIA | USBERTI FILHO JOSÉ ALFREDO | SIQUEIRA WALTER JOSÉ | DOMINGUES EDSON TOBIAS | GRANJA NEWTON PRADO | MIRANDA FILHO HILÁRIO DA SILVA

Journal: Bragantia
ISSN 0006-8705

Volume: 58;
Issue: 2;
Start page: 227;
Date: 1999;
Original page

Keywords: batata | Solanum tuberosum L. | microtubérculos | tuberização in vitro | micropropagação

ABSTRACT
RESUMO Avaliaram-se os desempenhos de seis genótipos de batata (Solanum tuberosum L.) quanto à produção de microtubérculos in vitro, a partir de segmentos apicais, empregando-se três diferentes meios de cultura e três épocas de avaliação (30, 60 e 90 dias). O meio de cultura BT2 contendo BAP (5,0 mg.L-1), sacarose (80 g.L-1) e Cycocel (500 mg.L-1) mostrou os melhores resultados quanto ao número total e à frequência de microtubérculos médios e pequenos induzidos in vitro. O BT1, suplementado com Kin (2,5 mg.L-1) e sacarose (60 g.L-1), foi eficiente somente para o cultivar Santé na produção de microtubérculos grandes, enquanto o BT3 mostrou resultados intermediários para os cultivares em estudo. A avaliação aos 90 dias foi a que melhor refletiu o desempenho dos cultivares nos meios de cultura utilizados.
Save time & money - Smart Internet Solutions      Why do you need a reservation system?