Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Sensibilidade de Xanthomonas axonopodis pv. citri ao cobre e mancozeb Sensibility of Xanthomonas axonopodis pv. citri to copper and mancozeb

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Luciana Meneguim | Dirlene A.M.F. Rinaldi | Ana C.A. Santos | Ludmila S. Rodrigues | Michele R.L. Silva | Marcelo G. Canteri | Rui P. Leite Júnior

Journal: Fitopatologia Brasileira
ISSN 0100-4158

Volume: 32;
Issue: 3;
Start page: 247;
Date: 2007;
Original page

Keywords: cancro cítrico | resistência ao cobre | etilenobisditiocarbamato | citrus canker | copper resistance | ethylenebisdithiocarbamate

ABSTRACT
O cancro cítrico, causado por Xanthomonas axonopodis pv. citri (Xac) é uma das principais doenças na produção de citros em diversas regiões do mundo. A aplicação de produtos químicos com ação bactericida é uma das principais medidas adotadas para o controle dessa doença. O objetivo deste estudo foi determinar a sensibilidade de isolados Xac ao cobre, bem como à mistura de cobre com mancozeb. A maior concentração de cobre em que foi observado crescimento de isolados de Xac foi de 50 µg/mL. Entretanto, 45,5 % dos isolados da bactéria provenientes de pomares que receberam aplicações freqüentes de cobre cresceram na presença de 50 µg/mL de cobre, contra apenas 13,4 % dos isolados oriundos de pomares que não receberam pulverizações regulares do bactericida. A presença de mancozeb em mistura com cúpricos reduziu a sensibilidade ao cobre dos isolados de Xac. Desta forma, o mancozeb não deve ser utilizado em mistura com cobre para o controle do cancro cítrico.Citrus canker, caused by Xanthomonas axonopodis pv. citri (Hasse) Vauterin et al. 1995 (Xac), is one of the most important problems for citrus production around the world. Spraying with copper compounds is a major measure for control of the disease. The objective of this study was to determine the sensitivity of Xac strains from the State of Parana, Brazil, to copper as well as to a mixture of copper with mancozeb. The highest copper concentration where Xac grew was 50 µg/mL. However, 45.5 % of the bacterial strains from orchards with regular sprays of copper compounds grew in the presence of 50 µg/mL of copper. In contrast, only 13.4 % of the strains from citrus orchards that never received copper sprays grew in such a copper concentration . Mixing mancozeb with copper increased the tolerance of Xac to copper. Therefore, the recommendation of mancozeb mixed with copper for control of the citrus canker bacterium should be reviewed.
Why do you need a reservation system?      Affiliate Program