Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Sexualidade vivenciada na gestação: conhecendo essa realidade

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Bartira Nunes Barbosa | Aparecida Neuritianny Chaves Gondim | Jamile Souza Pacheco | Hélcia Carla Santos Pitombeira | Linicarla Fabíole Gomes | Lydia Freitas Vieira | Ana Kelve de Castro Damasceno

Journal: Revista Eletrônica de Enfermagem
ISSN 1518-1944

Volume: 13;
Issue: 3;
Start page: 464;
Date: 2011;
Original page

Keywords: Sexualidade | Comportamento sexual | Gravidez | Enfermagem | Cuidado pré-natal.

ABSTRACT
Este estudo objetivou caracterizar a sexualidade de gestantes. Estudo transversal, quantitativo e descritivo, realizado com 108 gestantes em um centro de saúde de Fortaleza-CE, de novembro/2008 a março/2009, utilizando-se formulário para coleta de dados. Foram obedecidas as normas éticas de pesquisa com seres humanos. Destaca-se que 43,5% das gestantes receberam informação sobre sexualidade no pré-natal, 86,1% relataram relações sexuais na gestação, 58,3% dos companheiros as procuravam na mesma frequência do período pré-gravídico. Quanto ao desejo e satisfação sexual, a maioria referiu diminuição destes na gravidez. Constatou-se como fatores de interferência na sexualidade na gestação: náuseas, lombalgia, medo de machucar o bebê e provocar o aborto, denotando a falta de esclarecimento destas gestantes e necessidade de um acompanhamento pré-natal adequado. Logo, parte das gestantes assistidas no pré-natal não exerce sua sexualidade de forma plena, o que nos faz refletir sobre a importância da promoção da saúde sexual na assistência pré-natal.
Why do you need a reservation system?      Affiliate Program