Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Síndrome do túnel do carpo: aspectos clínico-epidemiológicos em 668 casos

ADD TO MY LIST
 
Author(s): KOUYOUMDJIAN JOÃO ARIS

Journal: Arquivos de Neuro-Psiquiatria
ISSN 0004-282X

Volume: 57;
Issue: 2A;
Start page: 202;
Date: 1999;
Original page

Keywords: síndrome do túnel do carpo | nervo mediano | neuropatia compressiva | mononeuropatia

ABSTRACT
Foram estudados 668 pacientes (1059 mãos) com síndrome do túnel do carpo entre janeiro de 1989 e junho de 1996. O critério de seleção e inclusão dos pacientes baseou-se na diferença de latência sensitiva > ou = 1,0 ms entre os potenciais de ação sensitivos dos nervos mediano e radial após estimulação no punho e registro no I dedo (diferença mediano-radial, DMR), representando diferença maior que 6 desvios-padrão (DP). Foi obtida DMR em 125 mãos normais (grupo controle) com limite superior de normalidade de 0,43 ms (média + 2 DP). Todos os casos tiveram estudo eletrofisiológico bilateral, sendo excluídos casos com cirurgia prévia ou evidência de neuropatia periférica. A idade variou de 17 a 83 anos com média de 47,5 anos; 91,3% eram do sexo feminino; 72% referiam sintomatologia bilateral e 85,3% no período noturno/matinal. Dor, dormência e formigamento foram conjuntamente referidos por 64,4%, sendo que dor como sintoma isolado foi raro; além da mão, houve extensão do quadro álgico para outros territórios em 39,4%. Os sintomas ocorreram em todos dos dedos em 42,5% seguido do III, III-IV, I-II-III e II-III-IV dedos. Não houve correlação precisa com antecedentes traumáticos no punho. A duração da sintomatologia foi ampla, variando de 1 a >120 meses. A doença mais comumente referida pelos pacientes foi diabetes mellitus com 4,4% do total.
Why do you need a reservation system?      Affiliate Program