Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

A ultra-sonografia do pâncreas é eficaz em diagnosticar o diabete melito tipo 1 e tipo 2?

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Pimenta Walkyria de Paula | Teixeira Altamir Santos | Aragon Flávio Ferrari | Baptistelli Elda Eveline | Moreira Adriana Guanaes | Castro Ana Valéria Barros de | Padovani Carlos Roberto

Journal: Radiologia Brasileira
ISSN 0100-3984

Volume: 35;
Issue: 4;
Start page: 209;
Date: 2002;
Original page

Keywords: Ultra-sonografia do pâncreas | Pâncreas no diabetes | Tamanho do pâncreas | Ecogenicidade pancreática

ABSTRACT
Este trabalho foi realizado para verificar se a ultra-sonografia do pâncreas oferece dados auxiliares na classificação de diabéticos adultos dos tipos 1 e 2. O tamanho e a ecogenicidade do pâncreas foram determinados pela ultra-sonografia em 81 diabéticos, sendo 20 do tipo 1 e 61 do tipo 2 (53 obesos e oito não-obesos). Os pacientes tipo 2 obesos diferiram dos demais por apresentarem área total e diâmetro ântero-posterior do corpo do pâncreas significativamente maiores. Quanto à ecogenicidade pancreática, esta estava aumentada com maior freqüência nos diabéticos tipo 2 obesos que nos diabéticos tipo 1. Consideramos, assim, que a ultra-sonografia do pâncreas constitui metodologia auxiliar na classificação de diabéticos entre os tipo 1 e 2, sendo menos eficaz quando os últimos não são obesos.

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil

     Save time & money - Smart Internet Solutions