Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Use of spectrophotometry as a tool to quantify the sporulation of Penicillium allii in garlic lesions Uso de espectrofotometria como uma ferramenta para quantificar a esporulação de Penicillium allii em lesões no alho

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Jorge G. Valdez | Ricardo J. Piccolo

Journal: Fitopatologia Brasileira
ISSN 0100-4158

Volume: 31;
Issue: 6;
Start page: 595;
Date: 2006;
Original page

Keywords: Allium sativum L. | mofo azul | hemocitômetro | Allium sativum L. | blue mold | hemocytometer

ABSTRACT
A technique to measure the concentration of Penicillium allii conidia in damp chamber experiments by spectrophotometry was developed. A negative linear correlation (R²=0.56) was observed between transmittance at 340 nm and the concentration of P. allii conidia in water agar 0.05%. The equation that relates transmittance (T) with concentration (conidia mL-1) (y) is: y = 9.3 10(6) - 86497 T. The method was assayed by inoculating 43 P. allii strains in two garlic cultivars. The method proved to be more rapid than the traditional use of a hemocytometer with an improved accuracy. The CV of the number of conidia per hemocytometer reticule was of 35.04%, while the transmittance CV was of 2.73%. The extreme values chosen for T were 40 and 80 because the sensitivity of the method decreased when concentrations of conidia were out of this range.Foi desenvolvida uma técnica para quantificar, por espectrofotometria, a concentração de conídios de P. allii em experimentos de alho em câmara úmida. Foi observada uma correlação linear negativa (R²=0.56) entre a transmitância a 340 nm e a suspensão conidial de P. allii em agar-água 0.05%. O método foi calibrado com um hemocitômetro e a equação que relaciona a transmitância (T) com a concentração (conídio mL-1) (y) é: y = 9.3 10(6) - 86497 T. A técnica foi testada inoculando 43 isolados de P. allii em duas cultivares de alho. O método mostrou-se mais rápido e eficiente que o uso tradicional de um hemocitômetro. O coeficiente de variação (CV) do número de conídios por quadrícula do hemocitômetro foi de 35.04%, enquanto que o CV da transmitância foi de 2.73%. Os valores extremos escolhidos para T foram 40 e 80 devido ao fato que a sensibilidade do método diminuiu em altas ou baixas concentrações de conídios.
Affiliate Program      Why do you need a reservation system?