Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Utilização de indicadores de atividade celular no desenvolvimento pós-natal do jejuno e íleo de bezerros

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Adriana Regina Bagaldo | Patricia Pauletti | Eduardo Francisquine Delgado | Liris Kindlein | Ronaldo Lopes Oliveira | Raul Machado Neto

Journal: Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal
ISSN 1519-9940

Volume: 7;
Issue: 2;
Date: 2007;
Original page

Keywords: colostro | IGF-I | intestino delgado | maturação

ABSTRACT
Vinte e um bezerros machos, da raça Holandesa, foram utilizados para se comparar o desenvolvimento dos segmentos jejuno e íleo do intestino delgado, através do uso de indicadores de atividade celular e pela expressão do gene do IGF-I e de seu receptor. Os bezerros recém nascidos foram distribuídos ao acaso em três idades de abate: após o nascimento e sem a ingestão de colostro; dois e sete dias de vida. Após o nascimento, os bezerros foram separados das mães e receberam uma quantidade de colostro referente a 5% do peso vivo dos bezerros, passando a receber leite na quantidade de 4L divididos em duas refeições diárias até a idade de abate. No abate os segmentos do intestino delgado jejuno e íleo foram isolados e coletadas amostras. A expressão do receptor no jejuno e íleo aumentou com a idade dos animais. O íleo apresentou maiores concentrações do RNAm do IGF-I e do receptor em comparação ao jejuno ao nascimento e aos sete dias de vida. As concentrações de RNA e as relações proteína/RNA e RNA/DNA foram maiores no íleo do que no jejuno. Entretanto, as concentrações de DNA, RNA e proteína aumentaram com a idade. As porções do intestino delgado, jejuno e íleo, apresentaram diferenças temporais no seu desenvolvimento.
Save time & money - Smart Internet Solutions      Why do you need a reservation system?