Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Viscosidade do Sangue como Parâmetro de Diagnóstico da Síndrome Ascítica em Linhagens de Frangos de Corte com Diferentes Suscetibilidade

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Fontes SF | Hernandes R | Macari M | Bernal FM

Journal: Revista Brasileira de Ciência Avícola
ISSN 1516-635X

Volume: 2;
Issue: 1;
Start page: 45;
Date: 2000;
Original page

Keywords: ascites | sangue | viscosidade | Hubbard | Pescoço-pelado

ABSTRACT
O objetivo deste trabalho foi investigar o desenvolvimento de ascites em duas linhagens diferentes de frangos de corte, Hubbard e Pescoço-pelado, através da variação da viscosidade do sangue. As aves foram criadas até 45 dias de idade em duas temperaturas ambiente diferentes (termoneutra e fria) e com dieta de ração à base de milho e farelo de soja, peletizada e de alta energia. Aos 28 e 45 dias de idade, amostras de 8 mL de sangue foram obtidas para determinação da viscosidade aparente em um viscosímetro de cilindros concêntricos da marca Brookfield, modelo LVDII+ e para determinação do hematócrito. Aos 28 dias de idade foram verificadas algumas ocorrências de ascite nas aves da linhagem Hubbard criadas à temperatura ambiente fria, e aos 45 dias de idade, todos os frangos de corte dessa linhagem criados no ambiente frio apresentaram ascite. A linhagem Pescoço-pelado foi resistente ao desenvolvimento de ascite em todas as idades e temperaturas ambiente. A análise dos resultados da viscosidade aparente do sangue indicaram que aves com valores similares ou maiores que 4 cP (centipoise) apresentaram ascite. Podemos concluir que na linhagem comercial o valor de 4 cP para a viscosidade aparente parece identificar o desenvolvimento de ascite.
Save time & money - Smart Internet Solutions      Why do you need a reservation system?