Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Alterações morfológicas e funcionais cardíacas e análise dos fatores determinantes de hipertrofia ventricular esquerda em 40 pacientes com acromegalia

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Casini Alessandra Ferri | Araújo Paula Bruna | Fontes Rosita | Xavier Sérgio Salles | Gadelha Mônica R.

Journal: Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia
ISSN 0004-2730

Volume: 50;
Issue: 1;
Start page: 82;
Date: 2006;
Original page

Keywords: Acromegalia | Hipertrofia ventricular esquerda | Cardiomiopatia | Ecocardiograma

ABSTRACT
A acromegalia é uma doença de alta mortalidade, especialmente em razão de complicações cardiovasculares. Com o objetivo de avaliar os fatores determinantes da hipertrofia ventricular esquerda (HVE) e as alterações cardíacas na acromegalia, analisamos 40 acromegálicos submetidos a exames clínico-laboratoriais e ao ecocardiograma. As variáveis analisadas foram idade, sexo, duração de doença, hipertensão arterial (HA), intolerância à glicose/DM, uso ou não de octreotide, GH e %IGF-I. Na análise univariada, pacientes com HVE foram mais idosos (p= 0,031), apresentaram maior prevalência de HA (p= 0,009) e maiores valores da %IGF-I (p= 0,002), comparados aos sem HVE. Na análise multivariada, HA e %IGF-I foram determinantes de HVE (p= 0,035 e p= 0,016). Após a dicotomização da %IGF-I, foi criado um escore e a freqüência de HVE foi 9%, 65%, 92% x 0, 1, 2; p< 0,0001. Encontramos uma prevalência de ectasia de aorta maior e de doença valvar menor do que a da literatura. Concluímos que HA e %IGF-I foram determinantes de HVE.
RPA Switzerland

Robotic Process Automation Switzerland

    

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil