Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

As relações entre saúde e trabalho dos agentes de combate às endemias da Funasa: a perspectiva dos trabalhadores The relationship between health and work of FUNASA's endemic diseases combat agents

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Hilka Flavia Saldanha Guida | Kátia Reis de Souza | Maria Blandina Marques dos Santos | Solange Maria Carvalho Lima da Silva | Valéria Pereira Silva

Journal: Saúde e Sociedade
ISSN 0104-1290

Volume: 21;
Issue: 4;
Start page: 858;
Date: 2012;
Original page

Keywords: Agente de Combate a Endemias | Saúde do Trabalhador | Saúde do Servidor Público | Endemic Diseases Combat Agents | Workers' Heath | Public Employees' Health

ABSTRACT
O presente artigo analisa as relações entre saúde e trabalho dos agentes de combate às endemias (ACEs) da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), lotados no município de Nova Iguaçu-RJ, que foram reintegrados ao quadro da administração pública após terem sido dispensados. Os objetivos principais deste estudo foram compreender a história da luta destes trabalhadores por reconhecimento social e justiça, cujo desfecho foi a readmissão ao trabalho, bem como conhecer os efeitos adversos na saúde em razão das condições da atividade de combate a endemias. Adotou-se como base metodológica os estudos participativos e, complementarmente, o enfoque da educação popular, realizando grupos de discussão com os trabalhadores. Trata-se, por conseguinte, de uma pesquisa de cunho pedagógico, na qual o diálogo é a relação fundamental. Dos temas identificados nos grupos de discussão obteve-se um repertório de problemas e questões que evidenciaram as más condições de trabalho e a desregulamentação de políticas de saúde voltada para os trabalhadores. Os próprios trabalhadores reconhecem a precarização de seu trabalho, conferindo grande responsabilidade à interferência da política. Referiram-se ainda a um período de incertezas, sofrido pela indefinição de responsabilidades entre os níveis de governo, durante o período de descentralização político-administrativa, e seus efeitos negativos na saúde. Mencionaram o possível aspecto de toxicidade dos inseticidas e os seus riscos de contaminação. Foram sinalizadas sugestões que podem ser adotadas, de modo a propiciar melhores condições de trabalho e de saúde.This article analyses the relationship between health and work of the Agentes de Combate às Endemias (ACE - endemic diseases combat agents) of Fundação Nacional de Saúde (FUNASA) who work in the city of Nova Iguaçu (Southeastern Brazil) and who were readmitted after being dismissed. It aims to give visibility to the questions which involved their reintegration to work and points to the workers' main worries related to their work situation. The methodology was participant research. Collective interviews were conducted, in which the main themes were identified and used in the research. These themes are related to political interference in their actions, their work conditions and institutional and professional rewards. The workers perceive the continuous precariousness of their job due to political interference and to political and administrative decentralization. Besides that, there is a professional devaluation of these workers from both the institution and the population in general. Finally, the workers gave suggestions regarding the changes that should be made in their work environment in order to give them better work conditions.
RPA Switzerland

Robotic Process Automation Switzerland

    

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil