Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Avaliação da eficácia do Bacillus thuringiensis var. israelensis no controle de formas imaturas do Aedes (Stegomyia) aegypti ( Linnaeus, 1762) em ambiente de laboratório.

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Cleber Barreto Espindola | Roberta Novo Guedes | Roberta Coelho Pereira de Souza

Journal: EntomoBrasilis
ISSN 1983-0572

Volume: 1;
Issue: 1;
Start page: 10;
Date: 2008;
Original page

Keywords: Controle biológico | Aedes aegypti | Bacillus thuringiensis var. israelensis | Biological control | Ae. aegypti | Bacillus thuringiensis var. israelensis.

ABSTRACT
ResumoAedes aegypti (L., 1762) é considerado um mosquito cosmopolita, com ocorrência nas regiões tropicais e subtropicais. No Brasil, está restrito às vilas e cidades, sempre com características domiciliares e peridomicíliares e, raramente é encontrado em ambientes onde a densidade populacional é baixa. Este mosquito é o único vetor do arbovírus da dengue e da febre amarela urbana em todo território nacional, e é considerado um dos vetores mais importantes na veiculação de patógenos a humanos. A grande resistência dos mosquitos a inseticidas químicos e a freqüente preocupação social com a poluição ambiental, resultou na procura de alternativas para o controle desses insetos, tais como a utilização de bactérias entomopatogênicas. Esse trabalho foi realizado objetivando mensurar a eficácia dessa bactéria no controle das formas imaturas de Ae. aegypti. Para a realização deste, foram criadas individualmente 350 larvas de geração F2 de Ae. aegypti em copos plásticos de 200 ml, contendo 100 ml de água não clorada. Na contaminação foi usado 5mg de Bacillus thuringiensis var. israelensis para cada estágio larval. A análise estatística foi realizada pelo teste de Mann-Whitney a 5%. A mortalidade das larvas contaminadas foi de 100%, 98%, 98%, 100% e 4% para o 2º, 3º, 4º estágio e pupa A média do número de dias de vida das larvas após contaminação no 1º, 2º, 3º, 4º estágio e pupa foi de 1,36; 2,46; 1,24; 1,22 e 3,46 dias respectivamente, exceto para a pupa, a duração dos estágios foi menor para os indivíduos contaminados, (P

Tango Jona
Tangokurs Rapperswil-Jona

    
RPA Switzerland

RPA Switzerland

Robotic process automation