Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Construções negativas na fala de moradores da zona rural do município de Piranga, Estado de Minas Gerais: uma análise variacionista=Negative constructions in the speech of residents of the rural area of Piranga, Minas Gerais State: a variational analysis

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Vivian Canella Seixas | Mônica Guieiro Ramalho de Alkmim | Elaine Chaves

Journal: Acta Scientiarum : Language and Culture
ISSN 1983-4675

Volume: 34;
Issue: 2;
Start page: 269;
Date: 2012;
VIEW PDF   PDF DOWNLOAD PDF   Download PDF Original page

Keywords: construções negativas | variação linguística | mudança em progresso | sociolinguística | dialeto mineiro | negative constructions | linguistic variation | change in progress | sociolinguistics | mineiro dialect

ABSTRACT
O presente trabalho tem por objetivo descrever e analisar construções negativas na fala de moradores da zona rural do município de Piranga, estado de Minas Gerais. As construções selecionadas foram: [Não V]; [Não V Não] e [V Não]. O arcabouço teórico-metodológico utilizado para a realização do trabalho foi a Sociolinguística. Para efeito de descrição, foram considerados dois fatores externos: o sexo e a faixa etária. A partir da análise do corpus e da comparação com outros trabalhos sobre as negativas no dialeto mineiro – Camargos (1998), Alkmim (2001) e Sousa (2004) –, verificou-se que as variantes inovadoras [Não V Não] e [V Não] apresentam um perfil de uma possível mudança em progresso e que o sexo masculino estaria levando à frente esta mudança.This paper aims to describe and to analyze negative constructions in the speech of residents of the rural area of Piranga, Minas Gerais State. The selected constructions were: [Não V], [Não V Não] and [V Não]. The theoretical framework used to perform the work was the Quantitative Sociolinguistics. For purposes of description, we used two external factors: sex and age. From the corpus analysis and the comparison with other works about the negatives in the Mineiro Dialect - Camargos (1998), Alkmim (2001) and Sousa (2004) - it was found that the innovative variants [Não V Não] and [V não] present a profile of a possible change in progress and that males would be taking forward this change.

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil

    
RPA Switzerland

RPA Switzerland

Robotic process automation