Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Custo anual do manejo da cardiopatia isquêmica crônica no Brasil: perspectiva pública e privada

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Ribeiro Rodrigo A. | Mello Renato G. B. | Melchior Raquel | Dill Juliana C. | Hohmann Clarissa B. | Lucchese Angélica M. | Stein Ricardo | Ribeiro Jorge Pinto | Polanczyk Carisi A.

Journal: Arquivos Brasileiros de Cardiologia
ISSN 0066-782X

Volume: 85;
Issue: 1;
Start page: 3;
Date: 2005;
Original page

Keywords: custo da doença | análise econômica | doença arterial coronariana | coorte

ABSTRACT
OBJETIVO: Estimar o custo anual do manejo da doença arterial coronária (DAC) em valores do SUS e convênios. MÉTODOS: Estudo de coorte, incluindo pacientes ambulatoriais com DAC comprovada. Considerou-se para estimar custos diretos: consultas, exames, procedimentos, internações e medicamentos. Valores de consultas e exames foram obtidos da tabela SUS e da Lista de Procedimentos Médicos (LPM). Valores de eventos cardiovasculares foram obtidos de internações em hospital público e privado com estas classificações diagnósticas em 2002. O preço dos fármacos utilizado foi o de menor custo no mercado. RESULTADOS: Os 147 pacientes (65?12 anos, 63% homens, 69% hipertensos, 35% diabéticos e 59% com IAM prévio) tiveram acompanhamento médio de 24?8 meses. O custo anual médio estimado por paciente foi de R$ 2.733,00, pelo SUS, e R$ 6.788,00, para convênios. O gasto com medicamentos ($ 1.154,00) representou 80% e 55% dos custos ambulatoriais, e 41% e 17% dos gastos totais, pelo SUS e para convênios, respectivamente. A ocorrência de evento cardiovascular teve grande impacto (R$ 4.626,00 vs. R$ 1.312,00, pelo SUS, e R$ 13.453,00 vs. R$ 1.789,00, para convênios, p
RPA Switzerland

RPA Switzerland

Robotic process automation

    

Tango Jona
Tangokurs Rapperswil-Jona