Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Endocardite infecciosa causada por Eikenella corrodens

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Cardoso Juliano Novaes | Ochiai Marcelo Eidi | Oliveira Jr. Múcio T. | Morgado Paulo | Munhoz Robinson | Andretto Fernanda E. | Mansur Alfredo José | Barretto Antonio Carlos Pereira

Journal: Arquivos Brasileiros de Cardiologia
ISSN 0066-782X

Volume: 85;
Issue: 1;
Start page: 63;
Date: 2005;
Original page

ABSTRACT
Os microorganismos do grupo HACEK (Haemophilus spp, Actinobacillus actinomycetemcomitans, Cardiobacterium hominis, Eikenella corrodens e Kingella kingae) são responsáveis por 3% dos casos de endocardites. Eles apresentam propriedades clínicas e microbiológicas semelhantes entre si: são bacilos gram-negativos, isolados mais facilmente em meios aeróbicos, suas culturas necessitam de tempo prolongado de incubação para crescimento (média 3,3 dias) e podem ser considerados como parte da flora normal do trato respiratório superior e da orofaringe1,2. Algumas características foram identificadas nas endocardites por esses agentes, como o quadro clínico insidioso¹, diagnóstico difícil pela natureza fastidiosa e culturas negativas3,4. A endocardite por Eikenella corrodens foi descrita pela primeira vez em 1972(5) e continua sendo um agente etiológico raro. Relatamos o caso de uma paciente com valva nativa que apresentou endocardite infecciosa causada por Eikenella corrodens.
RPA Switzerland

Robotic Process Automation Switzerland

    

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil