Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Estudo comparativo de técnicas parasitológicas baseada no princípio de sedimentação espontânea (Hoffman) e Parasitokit®

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Lorena Mota Lopes Sant'Anna | Fernanda de Jesus Oliveira | Cláudia Moura de Melo

Journal: Scire Salutis
ISSN 2236-9600

Volume: 3;
Issue: 1;
Start page: 6;
Date: 2013;
Original page

Keywords: Diagnóstico | Fezes | Parasitokit®

ABSTRACT
As parasitoses, entre as quais se destacam as enteroparasitoses, são mais frequentes na população mais carente. Diante de várias metodologias conhecidas para realização do exame parasitológico de fezes para identificação de cistos, protozoários, ovos e larvas de helmintos dos parasitos intestinais, e do surgimento de novas técnicas, o presente trabalho tem como objetivo avaliar o grau de concordância de um novo teste (Parasitokit®) com base em uma metodologia de reconhecida eficiência para o diagnóstico de helmintos e protozoários, em relação a outro método tradicionalmente utilizado em Análises Clínicas (Hoffman, Pons e Janner - HPJ). A técnica do Parasitokit® tem como vantagem o dinamismo na confecção e a organização no que diz respeito ao menor espaço utilizado para a preparação e leitura do exame; o método de HPJ requer maior volume de vidraria na bancada para a confecção e leitura dos exames. Foram avaliadas quatrocentas amostras no período de doze meses e a análise dos dados foi feita por meio de estatística descritiva. O método do Parasitokit® demonstra fácil manuseio, custo baixo e pequena demanda no espaço físico, apresentando um grau de não conformidade insignificante já que ocorreu concordância em 99,5% em relação ao método de HPJ que utiliza o cálice de sedimentação.
RPA Switzerland

RPA Switzerland

Robotic process automation

    

Tango Jona
Tangokurs Rapperswil-Jona