Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Lúpus eritematoso cutâneo crônico: estudo de 290 pacientes

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Freitas Thaís Helena Proença de | Proença Nelson Guimarães

Journal: Anais Brasileiros de Dermatologia
ISSN 0365-0596

Volume: 78;
Issue: 6;
Start page: 703;
Date: 2003;
Original page

Keywords: lúpus | lúpus eritematoso cutâneo | lúpus eritematoso discóide

ABSTRACT
FUNDAMENTO: Lúpus eritematoso cutâneo crônico é uma doença inflamatória crônica relativamente freqüente, mas pouco estudada entre nós. OBJETIVO: Caracterizar epidemiologia e clínica de pacientes com lúpus eritematoso cutâneo crônico, visando comparar dados obtidos com literatura mundial. PACIENTES E MÉTODOS: Foram estudados retrospectivamente 290 pacientes com lúpus eritematoso cutâneo crônico no período de 1982 a 1996, na Clínica de Dermatologia da Santa Casa de São Paulo. RESULTADOS: A média de idade da instalação da doença foi de 32,3 anos, houve predomínio do sexo feminino em relação ao masculino (3,4:1), a maior parte dos pacientes teve lesões localizadas no segmento cefálico (58,3%). Quanto às variedades clínicas, houve predomínio da placa discóide típica em 90,4% dos casos, seguida das variantes verrucosa ou hipertrófica (7,9%), lúpus eritematso pérnio (1,4%), e túmida (0,3%). Lesões em mucosas ou epitélios de transição ocorreram em 27,2% dos pacientes. CONCLUSÕES: Lúpus eritematoso cutâneo crônico é doença mais comum em mulher adulta, sendo a placa discóide típica a lesão mais comum. Lesões mucosas ocorreram em aproximadamente em um quarto dos casos.
RPA Switzerland

RPA Switzerland

Robotic process automation

    

Tango Jona
Tangokurs Rapperswil-Jona