Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Midazolam versus diazepam para tratamento de estado de mal epiléptico em emergência pediátrica =Midazolam versus diazepam for the treatment of status epilepticus in pediatric emergency

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Portela, Janete de Lourdes | Piva, Jefferson Pedro

Journal: Scientia Medica
ISSN 1806-5562

Volume: 21;
Issue: 4;
Start page: 184;
Date: 2011;
Original page

Keywords: PEDIATRIA | ANTICONVULSIVOS | DIAZEPAN - USO TERAPÊUTICO | MIDAZOLAM | EPILEPSIA

ABSTRACT
Objetivos: realizar uma revisão da literatura avaliando o uso de midazolam administrado por diversas vias e do diazepam administrado por via endovenosa e retal no tratamento do estado de mal epiléptico. Fonte de Dados: a pesquisa bibliográfica foi feita nas bases de dados Google Acadêmico, LILACS, PubMed e SciELO, usando os descritores status epilepticus, seizures, benzodiazepines, midazolam, diazepam, children. Síntese dos Dados: o tratamento rápido do estado de mal epiléptico está associado com melhores resultados. Diazepam endovenoso tem sido o tratamento de primeira linha nos últimos 30 anos, apesar da conhecida dificuldade de punção venosa em crianças pequenas. Midazolam parece representar um avanço importante para o tratamento convulsivo rápido em emergência, pela facilidade de administração e rapidez de ação. A droga ideal e a via de administração para o controle das crises nessas situações permanecem incertas. Conclusões: se o acesso intravenoso não estiver disponível, há evidências de que o midazolam por via intramuscular, bucal ou nasal pode ser a alternativa ao diazepam endovenoso ou retal, para tratamento de convulsão em emergência pediátrica.
RPA Switzerland

RPA Switzerland

Robotic process automation

    

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil