Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Nível de resposta das emissões otoacústicas evocadas por estímulo transiente em lactentes com refluxo gastroesofágico

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Camboim, Elizângela Dias | Scharlach, Renata Coelho | Farias, Kelvânio Vitório de | Oliveira, Lívia Karla Gadêlha de | Vasconcelos, Dênis | Azevedo, Marisa Frasson de

Journal: Arquivos Internacionais de Otorrinolaringologia
ISSN 1809-4872

Volume: 15;
Issue: 3;
Start page: 295;
Date: 2011;
Original page

Keywords: refluxo gastroesofágico | emissões otoacústicas espontâneas | audição | lactente.

ABSTRACT
Introdução: As emissões otoacústicas evocadas por estímulo transiente (EOAT) têm sido a técnica mais utilizada para a realização da triagem auditiva neonatal. Sendo importante analisar suas medidas correlacionando com outras alterações que pode acometer o sistema auditivo da criança. Objetivo: Analisar a ocorrência e os níveis de resposta das emissões otoacústicas evocadas por estímulo transiente em lactentes com refluxo gastroesofágico fisiológico (RGEF). Método: Estudo prospectivo foi realizado no Serviço de Otorrinolaringologia do Hospital Santa Juliana. Participaram do estudo 118 bebês, de recém nascidos há seis meses, encaminhados por pediatras e gastropediatras, nascidos pré-temo ou termo e distribuídos em dois grupos: Grupo Estudo: 63 lactentes com diagnóstico clínico de refluxo gastroesofágico fisiológico, e Grupo Controle: 55 lactentes sem refluxo gastroesofágico fisiológico. Foi realizada a avaliação da função auditiva periférica por meio dos exames de emissões otoacústicas evocadas por estímulo transiente e otoscopia realizada por otorrinolaringologista. Resultados: Os níveis médios de respostas das emissões otoacústicas evocadas por estímulo transiente foram maiores no grupo sem refluxo para as bandas de frequências de 2kHz, 2,5kHz, 3kHz, 3,5kHz e 4,5kHz bilateralmente, com diferenças estatisticamente significantes, obtendo-se valores médios de 7,71dB e 7dB na orelha direita, encontrados nas bandas de frequências de 2 e 4kHz, respectivamente. Conclusão: Houve menor ocorrência e menor nível de respostas das emissões otoacústicas transientes em crianças com refluxo gastroesofágico fisiológico quando comparados a crianças sem refluxo.

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil

    
RPA Switzerland

RPA Switzerland

Robotic process automation