Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

NOTÍCIAS FALSAS, INCORRETAS E INCOMPLETAS: OS DESAFIOS DOS JORNALISTAS EM BUSCA DA RETIFICAÇÃO VOLUNTÁRIA. A EXPERIÊNCIA ESPANHOLA

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Antonio López Hidalgo | Ángeles Fernández Barrero

Journal: Brazilian Journalism Research
ISSN 1808-4079

Volume: 8;
Issue: 2;
Start page: 212;
Date: 2012;
Original page

ABSTRACT
Os jornalistas devem verificar as informações fornecidas por suas fontes. Contudo, alguns fatores como a precariedade no trabalho, o imediatismo e a credibilidade que eles dão, sobretudo às fontes institucionais, leva os jornalistas a não verificarem a informação. Vários códigos de conduta recomendam a obrigação de corrigir a informação assim que se descobre que um erro não-intencional foi cometido, mas os jornalistas não gostam de reconhecer seus próprios erros, nem de corrigi-los publicamente. Essas circunstâncias afetam a qualidade do discurso e também a credibilidade dos meios de comunicação. Ombudsmen preenchem parcialmente essa lacuna. Como resultado, fragmentos de notícias falsas, equivocadas, erradas ou enviesadas são publicadas por jornalistas, contrariando as regras de verdade e honestidade, sendo raramente retificadas por iniciativa própria. O artigo analisa a cobertura das armas de destruição em massa do Iraque, na qual, como em um jogo de imitação, o mesmo erro foi sendo repetido em diferentes meios e em diferentes países, apesar de alguns jornais prestigiosos publicarem um pouco usual pedido de desculpas.
RPA Switzerland

RPA Switzerland

Robotic process automation

    

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil