Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Reinserção social de portadores de sofrimento psíquico: o olhar de usuários de um Centro de Atenção Psicossocial Social rehabilitation of patients with psychological distress: the gaze of users of a Psychosocial Care Center

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Fernanda Paranhos-Passos | Suely Aires

Journal: PHYSIS
ISSN 0103-7331

Volume: 23;
Issue: 1;
Start page: 13;
Date: 2013;
Original page

Keywords: Reinserção Social | Centro de Atenção Psicossocial | Reforma Psiquiátrica | Saúde Mental | social reintegration | Psychosocial Care Center | Psychiatric Reform | Mental Health

ABSTRACT
Com o objetivo de possibilitar o convívio social mais amplo dos portadores de sofrimento psíquico, a Reforma Psiquiátrica preconiza a ruptura do modelo de internação hospitalar e a consequente reinserção social desses sujeitos. Considerando que a reforma encontra-se em processo de construção, são necessárias pesquisas sobre a reinserção social visando contribuir para uma maior eficácia da rede de saúde mental. O presente artigo objetiva analisar a visão dos usuários de um serviço de saúde mental acerca da reinserção social dos portadores de sofrimento psíquico. O estudo contou com a participação de 20 usuários de um CAPS, que responderam a uma entrevista semiestruturada; os dados obtidos foram submetidos a uma análise discursiva. A análise aponta que o serviço é percebido como um local de acolhimento, seguro para os usuários; no entanto, os portadores de sofrimento psíquico ainda são vistos com preconceito por frequentarem um local de assistência psicológica. Além disso, os usuários do serviço não estão inseridos no mercado de trabalho. A partir do exposto, considera-se que o serviço ainda não proporciona plenamente a reinserção social dos usuários. Fica clara a positiva mudança nos modos de tratamento da saúde mental, sendo o CAPS sinônimo de liberdade em seus diversos sentidos. Contudo, a reinserção ainda não atingiu outros espaços que não o próprio CAPS.With the objective of enabling the broader social life of people with mental disorder, the Psychiatric Reform advocates to disrupt the hospitalization model and subsequent reintegration of these individuals. Whereas the reform is in process of construction, research is needed on the social reintegration to contribute to greater effectiveness of mental health network. This paper aims to analyze the views of users of a mental health service about the social rehabilitation of patients with psychological distress. The study involved the participation of 20 users of a CAPS, who responded to a semistructured interview, data were subjected to discourse analysis. The analysis indicates that the service is perceived as a place of welcome, safe for users, however, patients with psychological distress are still viewed with prejudice by attending a place of psychological assistance. Additionally, users of the service are not included in the labor market. Thus it is considered that the service still does not provide full social reinsertion. It is clear the positive shift in ways of mental health treatment, and the CAPS becomes synonymous with freedom in its various senses. However, the reinsertion not yet reached spaces other than the CAPS itself.
RPA Switzerland

Robotic Process Automation Switzerland

    

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil