Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Relationship between intrinsic and extrinsic risk factors and the prevalence of lower limb injuries in basketball and volleyball athletes Relação entre fatores de risco intrínsecos e extrínsecos e a prevalência de lesões em membros inferiores em atletas de basquetebol e voleibol

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Mauren Monteiro Almeron | Adriana Moré Pacheco | Ivan Pacheco

Journal: Ciência & Saúde
ISSN 1983-652X

Volume: 2;
Issue: 2;
Date: 2009;
Original page

Keywords: lesões esportivas | fatores de risco | atletas

ABSTRACT
Introduction: Athletes are subjected to injuries in both training and competitions. These injuries are directly related to intrinsic and extrinsic predisposing factors and the absence of a preventive program. Objective: The objective of this study was, after identifying intrinsic and extrinsic risk factors, to relate them to the prevalence of lower limb injuries in volleyball and basketball athletes from a club. Material and Methods: The participants were 46 athletes, 23 from basketball (all male) and 23 from volleyball (13 females and 10 males). The study considered some of the main intrinsic factors described in the literature, for instance, sex, age, weight and height, previous injury; and some extrinsic factors such as sport modality, practice time, frequency and duration of training and the use of protective material. Data regarding risk factors were given by the athletes through a questionnaire and data from previous injuries were obtained through the department of the medical and physical therapy records in the club. Results: In the results, the intrinsic factor previous injury (p=0,004) and the extrinsic factor time of practice in the sport (p=0,001), presented a significant influence. Conclusion: There is a need for further investigation evaluating risk factors in the literature, contributing to a better identification of the relationship between risk factors and the prevalence of injuries in athletes, in order to develop specific prevention programs to the identified factors.Introdução: Os atletas estão sujeitos a sofrerem lesões, tanto nos treinos como em competições. Estas lesões estão diretamente relacionadas a fatores predisponentes intrínsecos e extrínsecos e a ausência de um programa preventivo. Objetivo: O objetivo deste trabalho foi, após identificar fatores de risco intrínsecos e extrínsecos, relacioná-los com a prevalência de lesões em membros inferiores de atletas de voleibol e basquetebol de um clube na capital gaúcha. Materiais e Métodos: Participaram da pesquisa 46 atletas, sendo 23 da modalidade de basquetebol (todos do gênero masculino) e 23 do voleibol (13 do gênero feminino e 10 do gênero masculino). A pesquisa considerou alguns dos principais fatores intrínsecos descritos pela literatura, sendo estes, gênero, idade, peso e estatura, lesão pregressa e alguns fatores extrínsecos: modalidade esportiva, tempo de prática, frequência e duração de treinos e utilização de material de proteção. Os dados referentes a fatores de risco foram respondidos pelos atletas através de um questionário e dados referentes a lesões pregressas foram adquiridos através das fichas do departamento médico e de fisioterapia do clube. Resultados: Nos resultados, o fator intrínseco lesão pregressa (p=0,004) e o fator extrínseco tempo de prática da modalidade (p=0,001) apresentaram influência significativa. Conclusão: Observou-se a necessidade de mais investigações frente aos fatores de risco na literatura, para que possa ser melhore identificada a relação entre fatores de risco e prevalência de lesões em atletas, a fim de elaborar programas de prevenção específicos para os fatores identificados.
RPA Switzerland

Robotic Process Automation Switzerland

    

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil