Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Relato de uma exposição coletiva a superwarfarin e revisão da literatura =Report of a collective exposure to superwarfarin and literature review

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Cigolini, Maicon Presser | Gavioli, Izabela Lucchese

Journal: Scientia Medica
ISSN 1806-5562

Volume: 22;
Issue: 1;
Start page: 32;
Date: 2012;
Original page

Keywords: TOXICOLOGIA | INTOXICAÇÃO | ANTÍDOTOS

ABSTRACT
Objetivos: Descrever um episódio de exposição coletiva a raticida do grupo superwarfarin e revisar a literatura a respeito do tema. Descrição dos casos: Cerca de 40 pessoas, incluindo crianças, ingeriram alimento contaminado por raticida em escola pública de ensino fundamental de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Foram registrados 34 casos individuais de ingestão acidental no Centro de Informação Toxicológica do Rio Grande do Sul. O caso foi amplamente divulgado na imprensa local. Após avaliação médica inicial, 19 pacientes apresentaram sintomas inespecíficos (como náuseas, dor abdominal e xerostomia), enquanto os outros permaneceram assintomáticos. Todos os pacientes foram acompanhados laboratorialmente, mediante controle do tempo de protrombina. Três deles apresentaram prolongamento do tempo de protrombina, tendo recebido vitamina K para reverter a coagulopatia. Dados locais e a revisão da literatura indicam que as exposições a raticidas da família dos superwarfarins são bastante frequentes. A ação desses agentes tóxicos ocorre principalmente sobre os fatores de coagulação produzidos pelo fígado e dependentes de vitamina K. Conclusões: Os pacientes expostos ao superwarfarin evoluíram bem, concordando com a literatura publicada, que indica que casos graves são incomuns. O seu acompanhamento e tratamento seguiu a indicação de utilizar a vitamina K como antídoto apenas nos casos em que se detecta efeito clínico ou laboratorial do agente tóxico.
RPA Switzerland

RPA Switzerland

Robotic process automation

    

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil